Gobekli Tepe: o templo mais antigo do planeta?
474
Compartilhamentos

Gobekli Tepe: o templo mais antigo do planeta?

Último Vídeo

Os amantes de arqueologia sagrada, assim como inúmeros especialistas mundo afora, têm o costume de estudar mistérios relacionados a diversos locais situados no Planeta Azul, principalmente no Velho Continente — a Grande Pirâmide do Egito e as famosas pedras de Stonehenge, por exemplo. Com isso, alguns lugares inusitados estão sendo descobertos constantemente nos últimos anos, fazendo com que novos enigmas surjam a cada investigação arqueológica, como Gobekli Tepe, na Turquia — região em que os sumérios predominavam.

Em um pico nas Montanhas Taurus, situado ao norte da fronteira com a Síria, perto da antiga cidade de Sanliurfa, foi descoberto o mais antigo complexo de templos de pedra no mundo, em que algumas estruturas foram datadas de até 9000 a.C.

Para você ter ideia, o sítio arqueológico é composto por uma série de anéis de enormes pilares em forma de T que pesam, em média, de 10 a 20 toneladas — alguns chegam até 50 toneladas — e medem três metros de altura (um deles possui nove metros, mas está inacabado), com alguns animais esculpidos em alto relevo (não tradicionais da região), hieróglifos bizarros e indecifráveis até o momento, assim como formas geométricas bem variadas. Todos estes pilares estão ligados por paredes — grosseiramente construídas —, formando estruturas ovais. Confira algumas fotos:

O mistério em si...

Gobekli Tepe tem a construção muito sofisticada em alguns aspectos para sua época, principalmente quando se compara este a outros sítios famosos no globo, como a Grande Pirâmide de Gizé, as estátuas da Ilha de Páscoa, as inusitadas pedras em Stonehenge, entre outros menos “badalados” por turistas mundo afora. Hoje em dia, o local é considerado o primeiro grande monumento arquitetônico da humanidade.

Além disso, algumas pesquisas mostraram que o local está alinhado com algumas constelações, como Taurus, Orion e Plêiades — como é que eles tinham noção exata disso há 11000 anos? Outra curiosidade é o fato de que os construtores enterravam o círculo de pedras propositadamente depois de algum tempo e abriam outro igual ou bastante similar um pouco mais adiante, enterrando de novo depois de certa época e assim por diante.

De acordo com os especialistas de plantão, existem 20 a 40 templos circulares em volta de Gobekli Tepe, em que o mais antigo é o que possui melhor condição em termos de arquitetura. Ou seja, se você parar para raciocinar sobre isso, parece que os construtores foram perdendo a habilidade de construção ao longo das eras, não é verdade?

Com a palavra, o professor Klaus Schmidt, arqueólogo responsável pelas escavações e pesquisas disse sobre esse mistério: “Descobrir que meros caçadores, pescadores e coletores de frutos foram capazes de construir Gobekli Tepe é como descobrir que alguém havia construído um avião 747 com um estilete” — praticamente um MacGyver das construções.

A religião entra em jogo

Embora a dedução de que os pilares em forma de T que apoiavam um telhado e as pequenas estruturas internas no local deste remetessem a uma espécie de centro para cultos para um grande número de possíveis fiéis, há muito mistério no ar e inúmeras perguntas que ainda estão sem respostas plausíveis, pois apenas 25% do local foi escavado até agora — um verdadeiro quebra cabeça para nós, reles mortais.

Caso você não saiba, até hoje se acreditava que a religião surgiu apenas com o início da agricultura e consequentemente no comecinho das sociedades mais complexas. Contudo, esse não é o caso de Gobekli Tepe, pois ninguém encontrou vestígios de uma possível organização de agricultores ou de alguma forma de organização social, despertando mais ainda a curiosidade de muita gente do ramo.

O que nos resta é encarnar o detetive Sherlock Holmes e deduzir que havia alguma predominância de necessidade emocional, interna e comum aos habitantes do lugar, de reverenciar deuses e idolatrar certas forças que os governavam.

Gobekli Tepe e a Ilha de Páscoa

Assim como acontece com os ilustres e inexplicáveis Moais na Ilha de Páscoa (situada na Polinésia Oriental a cerca de 3,7 mil quilômetros da costa do Chile), algumas pedras em forma de T que estão em Gobekli Tepe representam exatamente seres da mesma forma que estão representados nas estátuas gigantes da famosa ilha, com as mãos finas e alongadas, posicionadas em cima do umbigo.

Porém, a distância de um lugar para o outro é de aproximadamente 14000 Km. Com isso, a seguinte dúvida surge na mente: que relação tinham esses povos entre si há tanto tempo?

Perguntas sem respostas

De acordo com os arqueólogos de plantão, nessa época os homens ainda eram nômades ou caçadores, e a agricultura ainda dava seus primeiros passos no planeta Terra. Então, de onde veio a tecnologia das construções? Onde os caras arrumaram mão de obra especializada para construir todo o complexo? Como sustentaram os operários e onde os abrigaram? Como eles poderiam ter conhecimentos exatos e extremamente avançados de astronomia, arquitetura e matemática? Pois é, ninguém sabe ainda.

Por fim, vale lembrar que, assim como outras civilizações avançadas ao longo da História, os habitantes de Gobekli Tepe também desapareceram misteriosamente.

***

E você, leitor, conhece outros locais misteriosos como esse? Não deixe de compartilhar sua informação com a gente nos comentários abaixo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.