6 fatos curiosos sobre o que é passar pela puberdade

A adolescência costuma ser um período delicado de nossas vidas. O humor é mais instável, pelos crescendo por todas as partes, espinhas pipocando pelo corpo, alterações na voz e tantas outras mudanças que deixam o mundo completamente caótico em nossos jovens olhos.

Mas por que essas coisas acontecem? Outras espécies também passam pela puberdade? Pensando nisso, nós separamos uma lista com uma série de fatos curiosos e bizarros para você aprender um pouquinho mais sobre essa turbulenta fase e, quem sabe, dar algumas risadas.

1. Diferenças entre destros e canhotos

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Em um estudo feito com 713 mulheres e 467 homens, pesquisadores descobriram que pessoas canhotas costumam entrar na puberdade mais tardiamente que as destras. De acordo com o experimento, indivíduos do primeiro grupo apontaram ter vivenciado a menarca ou maior surgimento de pelos em idades mais avançadas que aquelas com predominância na mão direita.

Na visão do Dr. Stanley Coren, autor do estudo, isso pode estar relacionado com o fato dos canhotos normalmente serem menores que os destros.

2. Idade da puberdade em decréscimo

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Segundo um estudo da Universidade de Texas A&M, nos Estados Unidos, a idade média em que as pessoas entram na puberdade tem diminuído constantemente. Enquanto no fim do século XX a média para uma garota norte-americana entrar na adolescência era entre 16 e 17 anos, hoje isso reduziu para 12 ou 13 anos. 

Para os meninos, a pesquisa teve um pouco mais de dificuldade para rastrear os dados, visto que as alterações corporais são menos drásticas e marcantes, mas apontou que a tendência é a mesma. 

3. Puberdade em outras espécies

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A puberdade também é um fenômeno que afeta outros animais na natureza, apesar de nem sempre a idade ser um fator determinante. De acordo com uma reportagem feita pela BBC, uma espécie de roedor cubano atinge a maturidade sexual baseado em seu peso.

As rutías fêmeas, como são chamadas, entram na puberdade aproximadamente ao pesar 340 gramas, enquanto os machos precisam pesar 300 gramas, em média.

4. Mau comportamento em cães

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A adolescência não é exatamente o período mais bem humorado da vida de um ser humano e o mesmo acaba valendo para os cachorros. Conforme apresentado por um estudo de um consórcio de universidades do Reino Unido, os cães também costumam apresentar grandes variações de humor e oposição a figuras de autoridade na puberdade.

Os pets com oito meses de idade demoraram mais para responder ao comando de "sentar" do que aqueles com cinco meses. Por outro lado, quando o comando vinha de uma pessoa desconhecida, os cães se mostraram mais obedientes.

5. Diferente desenvolvimento dos cérebros

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

Os garotos costumam ter mais controle emocional durante a puberdade do que as garotas e isso pode ser explicado pelo divergente desenvolvimento do cérebro entre os sexos nesse período da vida. Isso foi apontado por uma pesquisa do Colégio Europeu de Neuropsicofarmacologia com 300 adolescentes em diferentes fases da puberdade.

Enquanto os garotos no estudo aumento de 6,5% na conectividade funcional entre as áreas relevantes do cérebro durante a adolescência, as meninas sofrem um decréscimo de 7,2% nas mesmas áreas. Os cientistas esperam que os dados possam encontrar mais informações sobre as taxas de transtornos do humor, como depressão, em meninos e meninas adolescentes.

6. Vida sem puberdade

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Se algum dia você já ouviu que "absolutamente todas as pessoas passam pela puberdade", saiba que isso não é exatamente verdade. Pessoas diagnosticadas com a Síndrome de Kallmann sofrem de uma rara condição genética que afeta a produção de hormônios e atrasa ou impede por completo a puberdade caso não recebam tratamento.

E isso não é algo positivo. A ausência da puberdade causa subdesenvolvimento do corpo e pode provocar problemas futuros como a infertilidade. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.