60
Compartilhamentos

Tem problema guardar comida quente na geladeira?

É comum entre diversas famílias preparar quantidades maiores de comida em uma única leva na frente do fogão, para que esse alimento renda para o restante da semana. Afinal, nem todo mundo tem tempo para ficar cozinhando todos os dias, e a invenção do micro-ondas foi um facilitador para o dia a dia.

Entretanto, uma pergunta frequente entre os donos e donas de casa é se existe algum problema em armazenar a comida ainda quente na geladeira. Será que isso provoca algum tipo de dano ao eletrodoméstico? É melhor esperar um tempo antes de realizar essa ação? Vamos te ajudar com essas perguntas.

Saúde da geladeira

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Embora algumas pessoas tenham receio quanto a isso, guardar a comida quente na geladeira não só é possível, como também é recomendado. Porém, existem dois fatores que precisam ser considerados a respeito do que acontecerá no eletrodoméstico.

Em primeiro lugar, lembre-se de que panelas muito quentes continuarão soltando vapor dentro da geladeira, o que fará com que ela mude sua forma de refrigeração. Como o vapor é mais leve que o ar frio, o segundo será empurrado para baixo. Mesmo assim, essa é uma mudança pequena e tudo deve ser reestabelecido depois de algumas horas.

Além disso, devemos saber que a geladeira trabalha o tempo todo para manter uma temperatura constante. Quando colocamos um alimento quente dentro dela, consequentemente estamos criando um desbalanceamento que precisará ser regulado. Nos modelos mais atuais de geladeiras, porém, a economia de energia é tanta que dificilmente esse processo terá impacto na sua conta de luz.

Micróbios e segurança alimentar

(Fonte: Unsplash)(Fonte: Unsplash)

No fim das contas, existem diversos riscos a mais em deixar a comida fora da geladeira por períodos prolongados do que armazená-la ainda quente. Isso acontece porque, principalmente em países tropicais, refeições paradas em cima do fogão são um prato cheio para microrganismos se multiplicarem.

As bactérias costumam se desenvolver melhor em temperaturas entre os 5 °C e 65 °C — medidas para você ficar de olho na cozinha. Caso a sua comida ainda esteja mais quente que 60 °C, não existe muito problema no fato dela ainda estar fora da geladeira. Entretanto, alimentos frios podem estragar rapidamente e fornecer riscos a sua saúde.

Portanto, o mais recomendado é que as pessoas deixem as refeições esfriarem em temperatura ambiente por um prazo de 30 minutos e depois colocá-las em recipientes rasos. Depois disso, pode-se guardar tudo na geladeira sem ter medo de que causará algum tipo de desequilíbrio interno ou consumindo mais energia.

Caso você tenha pressa, também é possível realizar um resfriamento forçado do alimento. Para isso, basta colocá-lo em um saco plástico e depois mergulhá-lo em uma bacia com gelo. Por fim, é só separar tudo em potinhos e organizar as prateleiras do seu eletrodoméstico para ter outras refeições frescas e seguras em outros momentos da semana. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.