Seja o primeiro a compartilhar

Por que o açúcar das frutas é mais saudável do que o processado?

Se você visitar um nutricionista, provavelmente escutará que o excesso de açúcar é bastante prejudicial à saúde. Então, por que é que as frutas, conhecidas por sua doçura, costumam fazer parte da maioria das dietas saudáveis? Na realidade, esse assunto é um tanto mais complexo do que parece.

O sabor doce das frutas é proveniente de um tipo de açúcar chamado frutose. Além disso, esse alimento também tem doses de glicose, porém em quantidade bem menor do que encontramos no açúcar branco refinado e no xarope de milho, por exemplo. Então vamos entender o que é que torna o açúcar das frutas “mais saudável”.

Questão de quantidade

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Tanto o açúcar branco refinado quanto o xarope de milho aparecem como ingredientes majoritários na preparação de alimentos processados, refrigerantes, molhos, condimentos e por aí vai. Em geral, o consumo de frutose e glicose está diretamente associado a maior incidência de doenças metabólicas, como obesidade, diabetes, esteatose hepática e lipídios no sangue. E aí que começa um problema.

Quanto mais açúcar consumimos, consequentemente estaremos ingerindo mais calorias. Se essas calorias não forem queimadas, essa energia extra ficará acumulada em nosso corpo e será transformada em gordura, promovendo o surgimento de doenças metabólicas. Porém, tudo está ligado à quantidade.

Dietas hipercalóricas e ricas em gorduras geram um crescimento epidêmico desse tipo de patologia. Por outro lado, o consumo de açúcar é necessário para termos energia durante o dia e, por isso, nutricionistas recomendam o consumo controlado de frutas, verduras e legumes divididos em diferentes refeições. Porém, vale ressaltar que comer 2 quilos de banana não fará bem para ninguém.

Qualidade do açúcar

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Comparado com a glicose, a frutose se transforma em gordura com muito mais facilidade no fígado. Sendo assim, o consumo de frutas não deveria ser preocupante mesmo que em baixa quantidade? O que muitos de nós não sabemos, entretanto, é que a “embalagem” do alimento também conta durante a ingestão.

E o que isso quer dizer? Quando comemos uma fruta, não estamos ingerindo só frutose, mas também fibras, minerais, vitaminas etc. Se mastigarmos cada pedaço adequadamente e sem pressa, todo esse conteúdo será misturado pela saliva e suco digestivo. Assim, a frutose presente na fruta entrará no nosso corpo lentamente e apenas uma pequena parte realmente virará gordura.

Por outro lado, a grande quantidade de frutose presente em doces, sorvetes ou bebidas açucaradas acaba sendo somente dissolvida em água. Isso causará uma sobrecarga do sistema e uma grande parcela chegará ao fígado. O excesso de gordura depositado em nosso corpo pode causar obesidade, diabetes, colesterol alto etc. 

Resultado 

(Fonte: Pixabay)(Fonte: Pixabay)

Agora que você entendeu um pouco sobre como a frutose atua em nosso organismo e como ela está presente nas frutas, chegou a hora de fazer o julgamento final: será que o açúcar desses alimentos é mais saudável? A resposta é “sim” — desde que você saiba morder, mastigar e misturar as frutas com o resto de uma dieta balanceada.

No entanto, o consumo desmedido de frutas também não é algo que você queira levar para a sua vida. Por exemplo, quando bebemos um suco estamos ingerindo uma quantidade muito maior de frutose do que o normal, mesmo que o líquido seja inteiramente natural. Portanto, lembre-se: o ideal é ficar longe dos excessos. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.