Seja o primeiro a compartilhar

Por que sentimos dores musculares após praticar atividades físicas?

Para muitas pessoas, 2024 começa recheado de metas, dentre elas: praticar mais exercícios físicos. E quem levou a resolução a sério pode acabar, eventualmente, sofrendo com as famosas dores musculares. Mas o que explica a ocorrência delas, no final das contas?

Após a prática de atividades variadas, seja ela uma simples partida de futebol ou vôlei entre os amigos, embora muitos sintam dores logo no dia seguinte à própria prática esportiva, todo o desconforto pode persistir por alguns dias.

Essa dor muscular, que contrasta demais com a sensação de bem-estar durante a execução da atividade em si, é decorrente do exagero. Em outras palavras: ela tem relação direta com a intensidade aplicada. Mas também pode ser uma consequência do sedentarismo.

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Entendendo a origem das dores musculares

A sensação de queimação indica que realmente os músculos estão trabalhando, e o problema é o que vem a seguir, depois desse exagero. Chamada de dor muscular tardia, ela pode persistir entre 8 e 72 horas depois dos exercícios, em média. Ou seja, definitivamente não se trata daquele cansaço que surge após realizarmos alguma tarefa que exigiu um pouco mais de disposição.

Apesar de ser relativamente comum, a dor muscular não deve ser encarada como um mero desconforto irrelevante, pois serve de alerta. Se persistir e for ignorada, a dor pode piorar e evoluir para uma série de problemas e lesões nos músculos. Quem prega que o certo é sentir dor ao fazer exercício está equivocado, portanto.

Quando há acúmulo de subprodutos metabólicos, é justamente quando ocorre esse desconforto. E muitas vezes, é essa dor que acaba desestimulando a continuidade desses hábitos mais saudáveis, como a caminhada, corrida, entre outras realizadas em academia e em espaços esportivos.

(Fonte: Getty Images/Reprodução)(Fonte: Getty Images/Reprodução)

Como evitar as dores musculares após a prática de atividades físicas

O segredo para conseguir avançar nesse sentido e deixar de sofrer com as dores musculares é bem simples, basta evoluir respeitando o próprio ritmo, de forma gradual e sem exageros.

Uma vez que damos continuidade às práticas, nosso organismo vai ganhando maior resistência. Isso vale tanto para nossa capacidade respiratória, que aumenta a partir da adoção de exercícios mais intensos, quanto para os nossos músculos, que ficam menos suscetíveis a danos.

Por outro lado, quem foi pego de surpresa pela dor muscular, não há outra saída possível: é necessário repousar e aguardar o corpo estar recuperado para retomar os exercícios mais para a frente. Massagens na região afetada também são aliadas para reduzir o incômodo.

Uma boa alimentação, por sua vez, pode ser útil tanto para ajudar a acelerar o metabolismo, quanto para atuar com efeito anti-inflamatório no corpo, já que há muitos nutrientes que são verdadeiros coringas nesse sentido. E, claro, por mais que os alongamentos não evitem que esse quadro se desenvolva, é importante não deixá-los de lado.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.