Por que a pornografia não condiz com o sexo na vida real?
169
Compartilhamentos

Por que a pornografia não condiz com o sexo na vida real?

Último Vídeo

Vamos combinar que existe uma grande diferença entre sexo e uma boa educação sexual. Raramente temos a oportunidade de conversar seriamente sobre o tema com outro adulto. Aí é que entra a pornografia, uma forma de acharmos que estamos nos educando sexualmente, mas que nada mais é do que puramente sexo.

Você deve estar se perguntando o motivo pelo qual os filmes pornográficos não podem servir de espelho para a vida real. Simples: nem tudo o que vemos nesse tipo de material sexual condiz com o nosso cotidiano. Muita gente espera que aconteça de verdade aquilo que é visto nas telas, mas não é bem essa a realidade. Normalmente, não.

É claro que existem algumas exceções, mas convenhamos que a pornografia comercial, aquela encontrada em filmes eróticos e que é criada por grandes ou pequenas produtoras, não representa a vida sexual da maioria das pessoas. Isso não quer dizer que assistir a esses filmes seja errado, longe disso.

Alguns terapeutas e educadores até mesmo acreditam que é saudável para a vida sexual de um adulto ver esse tipo de conteúdo. Mas misturar as ideias e esperar que as películas pornográficas correspondam às suas experiências na cama é a mesma coisa que assistir a um filme de ficção científica e tentar sair voando pelo espaço. Ou seja, não vai rolar.

Verdadeiros deuses gregos

E aí um homem — ou mulher, por que não? — assiste a um filme desse gênero e, quando chega na hora H, encontra na cama o(a) companheiro(a) com um corpo bem diferente daquele visto na película. E então rola a decepção. Uma grande lição é que nunca se deve comparar o seu corpo — ou o da outra pessoa — com o que você vê na pornografia.

Isso porque os atores e atrizes são escolhidos a dedo, de acordo com os seus atributos físicos. Você sabia, por exemplo, que o tamanho médio do pênis de uma estrela pornô não condiz com a realidade da maioria esmagadora dos homens? E que quase 100% das atrizes já passaram por cirurgias plásticas e procedimentos estéticos intrusivos?

Baseados no que há de melhor

Além dos corpos perfeitos dos atores, ainda encontramos, nos filmes pornôs, posições dignas dos artistas do Cirque du Soleil, orgasmos extremos e tudo o que há de melhor quando se trata de sexo puro. Tudo ali é perfeitamente filmado para que você fique em estado de choque e muito excitado.

Nada é feito por acaso. Cada mínimo detalhe é para que você consuma cada vez mais esse tipo de conteúdo. A menos que estejamos falando de sites de compartilhamentos de vídeos pornográficos, nos quais é possível achar de tudo, dificilmente você vai encontrar um casal que faz uma posição normalzinha de cinco minutos, vira para o lado e dorme.

Vidas diferentes em cada história

A nossa vida é um pacote de experiências e fatos ocorridos em algum lugar do passado e que nos marcaram para sempre. Portanto, cada nova prática sexual é contextualizada com o que já passamos e o que tiramos de lição: o que foi bom ou ruim, seus valores, enfim... Isso não acontece em um filme pornográfico, mesmo que ele seja parte de uma franquia ou série.

Algumas pessoas costumam dizer que esse tipo de conteúdo nem ao menos entrega uma história por trás das cenas. E vamos combinar que isso é o que menos tem importância para quem está em busca de diversão. A indústria de entretenimento adulto é composta de atores e atrizes que, após o trabalho, voltam para suas casas e tudo é esquecido.

Luzes, câmeras, ação!

Você acha que aquela posição sexual que você viu no filme vai ser um arraso na vida real, mas, quando finalmente tem a oportunidade de realizá-la, acaba constatando que ela é, na verdade, incômoda e nem um pouco excitante. Então, por que ela foi tão gostosa de ser vista e reinou absoluta na sua imaginação até o momento?

Como foi dito, tudo na indústria do entretenimento adulto é detalhadamente pensado para que seja estimulante para você. Até mesmo as posições sexuais têm que ser favorecidas perante as câmeras, mostrando tudo o que a gente imagina. Portanto, não se iluda com o que é visto nas telas.

Atenção! Profissionais em cena

Qual é o objetivo da maioria das pessoas que assiste a vídeos pornográficos? Elas procuram por prazer e excitação... E por que os atores fazem esse tipo de material? Na maioria das vezes, dinheiro puro e simples. Esses artistas são pagos para transmitir aos milhões de expectadores o que eles buscam e para fazer com que se sintam satisfeitos e excitados.

É claro que muitos deles, em entrevistas, dizem que juntam o útil ao agradável, mas o cachê pago para esse tipo de profissional não é dos mais baixos. E isso é o que fala mais alto, sem sombra de dúvidas. É preciso que as pessoas se atentem ao fato de que eles não fizeram ali o que elas procuram. As luzes se apagam e os personagens são deixados para trás.

Quase truques de ilusionismo

E novamente voltamos ao fato de que nem tudo o que se vê nos filmes pornográficos é o que realmente acontece por trás das câmeras ou até mesmo na frente delas quando estão desligadas. Além das cirurgias plásticas e cuidados extremos que os atores e atrizes precisam  ter praticamente todos os dias, os cineastas também têm seus truques.

Quase como mágicos, eles usam artifícios para suavizar as curvas das atrizes, parecer com que o ator seja mais másculo, que as pessoas sejam mais bonitas; e, para isso, contam com iluminação, ângulos de câmera e até mesmo produtos nos corpos dos artistas. Você sabia que, por exemplo, o design dos pelos pubianos muda o que se vê na tela?

Dos editores para a realidade

E, por fim, mas não menos importante, inocente é quem acha que aquilo que se vê é o que realmente aconteceu durante todo o tempo de filmagem. É óbvio que inúmeras edições foram feitas para que as pessoas envolvidas chegassem ao resultado final. Se o ângulo não ficou bom, ele foi limado. Se aquela posição favoreceu, ela ganhou destaque.

Durante todo o tempo em que os atores estavam em cena, inúmeras interrupções, quebras e cortes foram feitos. Depois que as filmagens foram finalizadas, os editores começaram seu trabalho, colocando as partes até mesmo fora de ordem. E o filme chega até o público do jeito que eles querem, e não como você imagina que realmente aconteceu.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.