Conheça alguns fatos e curiosidades sobre o planeta Netuno
171
Compartilhamentos

Conheça alguns fatos e curiosidades sobre o planeta Netuno

Último Vídeo

De acordo com a mitologia romana, Netuno era o deus do oceano e dos mares, sendo inspirado no deus grego Poseidon. Ele também era o deus das fontes e das correntes de água.

E como tudo que é aquático lembra a cor azul, certo planeta do Sistema Solar que apresenta essa tonalidade ganhou o nome de Netuno (além de ser relacionado à nomenclatura mitológica já utilizada para os outros planetas), apesar de ele não ter água em sua superfície, mas isso nós veremos logo mais.

Netuno é o oitavo planeta do Sistema Solar e se tornou o último em ordem de afastamento do Sol, desde a reclassificação de Plutão para a categoria de planeta-anão, em 2006. Ele foi descoberto em 23 de setembro de 1846, mas foi encontrado por uma previsão matemática e não através de uma observação.

Isso ocorreu quando mudanças inesperadas na órbita de Urano levaram o astrônomo francês Alexis Bouvard deduzir que a mesma estava sujeita a uma alteração gravitacional causada por um planeta desconhecido. E foi assim que Netuno entrou na história, sendo encontrado a um grau da posição prevista, o que foi surpreendente.

Além de Alexis, o astrônomo alemão Johann Galle mais tarde fez cálculos para ajudar a detectar Netuno via telescópio. Pouco tempo depois a sua maior lua, Tritão, foi descoberta. Netuno tem 13 luas, mas todas as outras foram descobertas apenas no século 20.

Tamanho e densidade

Tamanho da Terra em comparação ao de Netuno

Netuno é o quarto maior planeta do Sistema Solar em diâmetro, sendo o terceiro maior em massa. Para você ter uma ideia, Netuno tem 17 vezes a massa da Terra e 58 vezes o seu volume. Ele é ainda ligeiramente mais maciço do que Urano, que tem cerca de 15 vezes a massa do nosso planeta, mas sendo menos denso.

Em se tratando de composição, a de Netuno é também semelhante à de Urano. Porém, elas são diferentes das composições dos maiores gigantes gasosos Júpiter e Saturno.

Citamos esses outros dois planetas porque a densa atmosfera de Netuno é semelhante à deles, por ser composta basicamente de hidrogênio e hélio, mas contém uma porcentagem mais alta de camadas de água, amônia e metano (elemento que indiretamente contribui para a tonalidade azul do planeta).

Segundo o artigo de Charles Q. Choi, do Space, na verdade, esse tom azulado vivo é devido em parte a um composto ainda não identificado, sendo ainda o resultado da absorção da luz vermelha pelo metano na atmosfera do planeta principalmente composta de hidrogênio e hélio.

Já o núcleo rochoso de Netuno, composto de ferro, níquel e silicatos, parece ter mais ou menos a mesma massa da Terra, sendo ainda coberto por uma crosta grossa de gelo, segundo a NASA.

Ventos fortes

Uma das características mais marcantes de Netuno é sobre os seus ventos fortíssimos a incríveis velocidades. De acordo com o Space, os ventos desse planeta podem chegar a até 2.400 quilômetros por hora, os mais rápidos detectados no Sistema Solar.

Esta velocidade dos ventos foi detectada em uma grande tempestade escura que a sonda Voyager 2 rastreou no hemisfério sul de Netuno em 1989.

Para ter ideia da dimensão da tempestade, a chamada "Grande Mancha Escura" era grande o suficiente para cobrir toda a Terra e deslocou-se para o oeste do planeta a cerca 1.200 quilômetros por hora, perdendo a sua força. Quando o Telescópio Espacial Hubble a procurou tempos depois, em 1994, esta tempestade já parecia ter desaparecido.

Magnetismo e dia de Netuno

O campo magnético de Netuno é aproximadamente 27 vezes mais poderoso que o da Terra e sofre oscilações fortes durante cada rotação do planeta. Ao estudar as formações de nuvens sobre o planeta, os cientistas foram capazes de calcular que um dia em Netuno dura pouco menos de 16 horas.

A órbita de Netuno

Segundo o Space, a órbita oval-elíptica de Netuno mantém o planeta a uma distância média do Sol de quase 4.500 bilhões de quilômetros. Dessa forma, o planeta gira em torno do Sol uma vez a cada 164,8 anos terrestres, ou seja, um ano de Netuno corresponde a 164,8 anos do nosso planeta.

A cada 248 anos, Plutão se move dentro da órbita de Netuno, durante 20 anos ou mais, durante os quais ele está mais perto do Sol do que Netuno. No entanto, Netuno permanece o planeta mais distante do sol, uma vez que Plutão foi reclassificado como planeta anão.

Devido a sua grande distância do Sol, Netuno é um dos planetas mais frios do Sistema Solar. A temperatura média na superfície de Netuno fica por volta de -210°C. Porém, o centro deste planeta possui temperaturas altíssimas, que são até semelhantes a da superfície solar, podendo chegar a 7000°C.

As luas de Netuno

Ilustração de Netuno em relação à sua lua Tritão

Netuno tem 14 luas conhecidas, em homenagem a menores deuses do mar e ninfas da mitologia grega. A maior é Tritão, que foi descoberta em 10 de outubro de 1846. Tritão orbita o planeta na direção oposta em comparação com o resto das luas, o que sugere que ela pode ter sido capturada por Netuno no passado distante.

Essa lua é extremamente fria, sendo que as temperaturas em sua superfície têm cerca de 235 graus Celsius negativos. Tritão também é a única lua esférica de Netuno. As outras 13 luas do planeta têm formato irregular.

Além dessas características, a gravidade de Netuno está arrastando Tritão mais perto do planeta, o que significa que milhões de anos a partir de agora, essa lua vai chegar perto o suficiente para que as forças gravitacionais de Netuno a destruam.

As outras luas de Netuno são muito menores que Tritão. Nereida foi descoberta por Gerard Kuiper em 1949. Despina, Galatea, Larissa, Náiade, Proteus e Thalassa foram encontrados pela sonda Voyager 2 em 1989. Mais cinco pequenas luas foram encontradas entre 2002 e 2003: Laomedeia, Halimede, Sao, Neso e Psamathe. A última lua foi descoberta em 2013 e, por enquanto, tem apenas o nome de S/2004 N 1.

Os anéis de Netuno

Embora não sejam muito visíveis, os anéis de Netuno existem. Eles não são uniformes, mas possuem pequenos maciços brilhantes de poeira chamados arcos. Acredita-se que esses anéis sejam relativamente jovens e de curta duração.

Observações da Terra anunciadas em 2005 constataram que os anéis de Netuno são aparentemente muito mais instáveis do que se pensava, com alguns enfraquecendo rapidamente.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.