IA da Google está aprendendo a fotografar — e o resultado é impressionante

IA da Google está aprendendo a fotografar — e o resultado é impressionante

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Como você deve saber, existem diversos estudos em andamento relacionados com a inteligência artificial nos quais cientistas estão observando a máquinas aprender sozinhas todo tipo de coisas — como criar pesadelos, detectar doenças e identificar áreas de pobreza no mundo. Um deles, sendo conduzido por pesquisadores da Google, consiste em ensinar um de seus computadores a aprender fotografia e a registrar imagens esteticamente agradáveis.

Ensinando máquinas

De acordo com Daniel Oberhaus, do site Motherboard, a pesquisa vem sendo realizada pelos cientistas Meng Zhang e Hui Fang, ambos da Google, e está baseada na ideia de aplicar o machine learning — ou “aprendizado automático” em inglês — ao processo criativo.

Basicamente, o que os pesquisadores fizeram foi “ensinar” a uma rede neural artificial chamada Creatism diferentes parâmetros estéticos comuns na fotografia — como saturação, composição e detalhe. Depois, eles analisaram 15 mil imagens entre as mais curtidas do site de fotografias 500px.com, de forma que a máquina aprendesse quais eram os efeitos de luz e enquadramentos mais populares.

Após Creatism aprender tudo direitinho, o próximo passo envolveu liberar a máquina no Google Street View e deixar que ela fizesse capturas de imagem em uma série de locais pitorescos — isto é, “fotografasse” o mundo virtualmente — e ajustasse o enquadramento e a iluminação de acordo com o que os cientistas tinham “ensinado”.

Por último, Creatism teve que passar por um teste — uma espécie de “prova de conclusão de curso”, por assim dizer — para que os pesquisadores pudessem avaliar a qualidade de suas criações. O “exame”, aliás, envolveu a participação de seis fotógrafos profissionais, todos com formação universitária em fotografia e pelo menos dois anos de experiência na área, para julgar os resultados.

Prova

Os examinadores tiveram que avaliar um total de 173 fotos e dar notas de 1 a 4 — onde 1 indicava “nível iniciante”, e o 4, “nível profissional” — a todas elas. E, detalhe: nenhum dos seis fotógrafos foi informado de que as imagens haviam sido criadas por uma rede neural artificial. E sabe qual foi o resultado?

Das 173 fotos, 41% receberam notas 3 ou superior, o que significa que elas foram classificadas como sendo semiprofissionais, e 13% das imagens receberam notas iguais ou superiores a 3,5. Só a título de comparação, os “jurados” também avaliaram fotografias clicadas por profissionais (humanos), e 45% delas receberam notas superiores ou iguais a 3,5.

Bem, as imagens que você viu ao longo da matéria foram criadas por Creatism e vale lembrar que o computador da Google está apenas aprendendo a fotografar ainda... No entanto, é impossível não se perguntar se no futuro até a profissão de fotógrafo será desempenhada por máquinas! Será? O que você acha, caro leitor? Veja mais criações da rede neural na galeria a seguir:

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.