Fofura: ilustradora mostra como é viver com a pessoa amada
1.087
Compartilhamentos

Fofura: ilustradora mostra como é viver com a pessoa amada

Último Vídeo

Tudo começou no fim do ano de 2016, quando o primeiro quadrinho de Catana foi criado, como sugestão de seu namorado John. A ideia era que os quadrinhos falassem sobre o relacionamento dos dois, de suas peculiaridades e seus momentos engraçados.

A ideia deu certo, e ela foi criando mais quadrinhos que, em um primeiro momento, não foram pensados para serem publicados na internet. Acontece que John teve a ideia de divulgar o trabalho de sua amada e, para a feliz surpresa de todos, deu tudo tão certo que, em pouco tempo, as ilustrações viralizaram.

A Catana Comics agora tem uma produção vasta de conteúdos e um Instagram com 851 mil seguidores! O site oficial das ilustrações cheias de amor e de bom humor também tem um espaço que vende produtos criados a partir das ilustrações – é ou não é um belo exemplo de sucesso? A seguir, conheça um pouco do trabalho da artista e depois nos conte o que achou:

1 – Quando você é flagrada treinando seu nome com o sobrenome do mozão

Catana Comics

2 – Relação de conforto: chão, sofá, cama e namorado

Catana Comics

3 – Sinais de que sua namorada é um animal de estimação: ela fica feliz quando você chega em casa, adora um afago, vai comer sua comida se estiver ao alcance, é leal e protege você de estranhos

Catana Comics

4 – “Olha ela dormindo tão doce e tão em paz! Eu amo esta garota”

Catana Comics

5 – “Ok, amor, eu tenho que ir para o trabalho”

Catana Comics

6 – Diferenças de banhos

Catana Comics

7 – “Você é tão fofo quando está malhando! Você é tão fofo quando está trabalhando! Você é tão fofo quando está em pé” “Você acha que eu sou fofo o tempo todo?” “SIM!”

Catana Comics

8 – Quando você ama tanto aquela pessoa que, além de beijá-la, você acaba dando umas mordidinhas 

Catana Comics

9 – Quando a outra pessoa é tudo o que você quer

Catana Comics

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.