Artista encanta o mundo com esculturas de areia extremamente realistas

Artista encanta o mundo com esculturas de areia extremamente realistas

Último Vídeo

Andoni Bastarrika é um artista multimeios espanhol que encanta seus conterrâneos do País Basco com esculturas feitas de areia e outros materiais há cerca de uma década. Recentemente, uma de suas obras, a de um touro deitado, viralizou no Reddit, dando rápida e intensa projeção ao trabalho ultrarrealista do escultor autodidata. 

Na arte contemporânea, artistas utilizam-se de vários materiais para se expressar. Para Bastarrika, o material por excelência é a areia. Plástica porém instável, a areia é utilizada em competições para construções do tipo castelos. No entanto, pelas mãos desse artista surgem animais que qualquer uma tomaria como reais se os visse à distância.

Esculturas de areia que parecem animais de verdade

Fonte: Andoni Bastarrika Facebook/ReproduçãoFonte: Andoni Bastarrika Facebook/Reprodução

Ao contemplar os trabalhos de Bastarrika no Facebook e no Instagram, pessoas não param de comentar sobre o realismo das esculturas, desde a definição muscular até a sutileza dos pelos e o brilho dos olhos. Há momentos em que pensamos estar diante de um achado arqueológico, mas são mesmo trabalhos sensivelmente produzidos.

O escultor revela que a sua obra teve início no verão de 2010, quando levou suas duas filhas à praia. A primeira escultura realizada por ele foi uma Pequena Sereia. Mas, ao começar o trabalho, ele diz ter percebido o que ele chama de "dom", que é a fluidez de suas mãos. "Elas sabiam o que estavam fazendo", afirmou ao site Bored Panda.

Realismo nos detalhes

Fonte: Andoni Bastarrika Facebook/ReproduçãoFonte: Andoni Bastarrika Facebook/Reprodução

A resposta das pessoas foi tão positiva e encorajadora que Andoni começou a se dedicar mais à sua recém-descoberta forma de arte: experimentou novos tipos de areia e procurou desenvolver novas técnicas. Antes que desse conta, ele já estava se apresentando como escultor de areia, e até faturando um dinheiro extra com o trabalho.

Numa postagem no Facebook, ele falou desse aprendizado: "A areia me fascina porque não importa a forma com a qual você a encara, ela sempre vai te ensinar coisas se você estiver disposto a aprender". 

Esculpindo na areia

Fonte: Andoni Bastarrika Facebook/ReproduçãoFonte: Andoni Bastarrika Facebook/Reprodução

"Para criar uma escultura, um número impensável de partículas de areia participam, abraçando umas às outras de forma apertada devido à umidade, para que alguém possa modelar a sua união. Se o artista não atuar, sua obra permanecerá ao sabor da natureza, o que significa que mais cedo um mais tarde o vento irá secá-las e dispersar cada partícula, consumindo lentamente toda a individualidade e autenticidade", postou Bastarrika.

Fonte: Andoni Bastarrika Facebook/ReproduçãoFonte: Andoni Bastarrika Facebook/Reprodução

A técnica de esculpir 

Fonte: Andoni Bastarrika Facebook/ReproduçãoFonte: Andoni Bastarrika Facebook/Reprodução

O processo criativo é manual: Bastarrika empilha a areia úmida e começa a moldá-la, buscando sua expressão e o movimento que lhe dará vida. Quando ele encontra, utiliza, além das mãos, uma varinha afiada e uma pena para suavizar aquela expressão e transmitir vida. 

Ele avalia que: "O tempo que leva para criar uma obra depende em grande parte do seu tamanho. Para fazer aquele elefante, por exemplo, levei dois dias, enquanto o cavalo e o touro tomaram 12 horas de trabalho cada um. Para os cachorros, que são menores, bastaram umas 6 a 8 horas."

Fonte: Andoni Bastarrika Facebook/ReproduçãoFonte: Andoni Bastarrika Facebook/Reprodução

Em virtude da crise gerada pela pandemia do coronavírus, Bastarrika publicou em seu Instagram neste mês (11), uma apelo aos admiradores para que enviem imagens de seus pets para, a um preço módico, ele esculpi-los em areia, fotografar, e enviar por e-mail com certificado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.