Seja o primeiro a compartilhar

A Atlântida realmente existiu?

O filósofo Platão contribuiu de diversas maneiras para a sociedade ao compartilhar seus conhecimentos sobre o mundo. Uma de suas histórias, a de Atlântida — a famosa cidade perdida — foi uma de suas contribuições mais emblemáticas.

A primeira vez que nos deparamos com a história da Atlântida foi por meio de Platão em sua obra Timeu e Crítias. Nela, o filósofo nos transmitiu o testemunho de um dos discípulos de Sócrates, que contou histórias sobre um lugar, na época de Sólon, uma terra de homens guerreiros que vieram de além dos Pilares de Hércules.

A história divide opiniões até hoje: será que esse lugar realmente existiu? Ou não passa de um mito? Vamos esclarecer alguns pontos.

História de Atlântida

A lenda de Atlântida trata de um lugar habitado por um povo moral e espiritualmente elevado que viveu em uma civilização utópica altamente avançada. Mas eles se tornaram gananciosos, mesquinhos e de moral questionável, e os deuses ficaram com raiva, contou Charles Orser, curador de história do New York State Museum, ao National Geographic.

Como punição, segundo a lenda, os deuses enviaram uma terrível noite de fogo e terremotos que fez com que Atlântida afundasse no mar. Há muitas teorias sobre onde ficava Atlântida — no mar Mediterrâneo, na costa da Espanha a até mesmo na Antártica. Mas nunca ouve uma confirmação de sua existência.

Atlântida realmente existiu? 

O assunto ainda divide pesquisadores: "É uma história que captura a imaginação. É um grande mito. Tem muitos elementos que as pessoas adoram fantasiar", disse James Romm, professor da Bard College, em Nova York, para o National Geographic.

Uma equipe de geólogos e arqueólogos da University of Connecticut trabalhou no assunto durante dois anos. Eles usaram radares, tecnologias subaquáticas, fotografias de satélite e cartografia digital, mas não acharam evidências sobre a existência da cidade.

Em 2014, a National Geographic anunciou que iria fazer investigações e escavações no Parque de Doñana, uma das possíveis localizações de Atlântida, para investigar o que teria em seu subsolo. Acreditava-se que poderia haver canais antigos que estavam diretamente conectados a esse continente perdido, mas o projeto também não encontrou provas da existência da cidade lendária.

Portanto, até o momento, não existe nenhuma comprovação científica de que Atlântida realmente tenha existido, mas novas pesquisas podem esclarecer essa dúvida com o tempo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.