Por que Amsterdã possui tantos prédios tortos?

Qualquer pessoa que decidir visitar a cidade de Amsterdã, capital da Holanda, poderá notar um detalhe bastante esquisito na arquitetura local: diversos edifícios e casas são tortos. Apesar de serem inclinados para frente por razões históricas, alguns dos domicílios também tendem para algum lado e parecem que vão desabar a qualquer momento.

Mas qual o motivo desse fenômeno? Guias turísticos e livros apontam para todos os tipos de explicação possíveis, porém nenhuma resposta parecer ser simples. De fato, nenhum especialista sabe afirmar qual o motivo específico para que as casas holandesas sejam dessa forma, mas algumas teorias adquiriram mais força com o passar dos anos.

Problema com pilares de madeira

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Um motivo possível para o visual estranho da cidade seria uma serie de problemas envolvendo pilares de madeira. Todas as casas em Amsterdã estão assentadas em estacas de madeira, que foram perfuradas a metros de profundidade no solo úmido local. Atualmente, os engenheiros enchem o assoalho com cimento para tornar as construções mais estáveis, mas isso nem sempre foi feito.

As estacas de madeira são instrumentos fundamentais para que as edificações da capital não afundem no solo pantanoso da região, que consiste em 11 metros de turfa e argila antes de chegar em uma camada grossa de areia. Entretanto, é possível que as falhas estruturais perceptíveis sejam resultado de mau planejamento.

Segundo especialistas, muitos dos pilares de madeira usados em Amsterdã eram de baixa qualidade ou não tinham a espessura desejada para segurar as estruturas, o que fez com que os prédios afundassem no chão e passassem a parecer tortos. Além disso, muitas casas afundam após tentativas arquitetônicas de adicionar um piso extra.

Inclinação para frente

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Como citado no início do texto, muitas casas de Amsterdã são inclinadas para frente por conta de acontecimentos históricos. Na época medieval, as edificações na Europa eram feitas de forma que o último andar fosse maior que os demais. A maior vantagem desse método de construção é que, quando chovia, a água não entrava no andar de baixo.

Porém, um grande incêndio acabou destruindo boa parte dos casas de madeira da capital holandesa em 1452, que acabaram sendo substituídas por versões usando tijolos. Entretanto, o regulamento de edifícios históricos de Amsterdã decidiu por manter as tradições locais e as casas continuaram sendo construídas inclinadas para frente.


Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.