Obras no Museu do Ipiranga revelam objetos de séculos passados

Mais conhecido como Museu do Ipiranga, o Museu Paulista da Universidade de São Paulo passa há alguns anos por obras obras de restauro e modernização. E, curiosamente, essas atividades levaram a novas descobertas que vão além da preservação do acervo que fica dentro do museu.

Como relata o Jornal da USP, as escavações na parte externa do Parque da Independência revelaram objetos que detalham o cotidiano de moradores de séculos passados da região.

Descobertas acidentais

O primeiro item revelado pelo museu é uma dentadura da primeira metade do século 20. O destaque da prótese é uma restauração em ouro com uso de uma câmara de vácuo para encaixe — uma técnica que deixou de ser utilizada depois de certo período.

A dentadura encontrada nos arredores do museu.A dentadura encontrada nos arredores do museu.

Essa descoberta foi realizada durante o processo de retirada e replantio das árvores ao redor do prédio do museu.

Além disso, foram identificados ossos de animais que incluem fragmentos de crânio, pélvis e pés. As espécies são variadas e as suspeitas envolvem a presença de vacas, um gato e um porco doméstico na região.

Fragmentos de ossos estão entre os achados arqueológicos.Fragmentos de ossos estão entre os achados arqueológicos.

Alguns utensílios domésticos descobertos foram identificados graças a símbolos das fábricas responsáveis. 

É o caso de um prato da Fábrica de Louças Santa Catharina (FSC) e uma louça da holandesa Société Céramique Maestrich, que pode ser do início do século 19.

Selos e marcas ajudam a identificar a origem de louças.Selos e marcas ajudam a identificar a origem de louças.

Duas moedas também foram identificadas: uma delas cunhada em 1901, antes da inauguração do museu, enquanto outra é um modelo comemorativo com o busto do empresário Visconde de Mauá. Um cachimbo de barro e um vidro provavelmente pertencente a um medicamento importado também foram retirados da terra em boas condições de preservação.

Os objetos encontrados nas obras do Museu do Ipiranga estão em exibição nas redes sociais e, após a pandemia e a reinauguração, podem virar parte de uma exposição fixa no local.

A moeda de Mauá, pioneiro das ferrovias no país.A moeda de Mauá, pioneiro das ferrovias no país.

Você pode ver mais fotos e detalhes dos objetos no Instagram da instituição. É possível ainda conferir parte do acervo do local enquanto museus em geral estão fechados durante a pandemia da covid-19.

A aguardada reforma

O Museu do Ipiranga tem previsão de reabertura para setembro de 2022, um prazo que não foi escolhido por acaso. O objetivo é deixar o local pronto para receber exposições e eventos de celebração do bicentenário da Independência do Brasil.

No YouTube, o Museu do Ipiranga mantém uma série de vídeos chamada Diário da Obra com as atualizações do projeto. Algumas das obras do museu permanecem no local e foram restauradas, como o famoso quadro de Pedro Américo que retrata o momento do grito da Independência às margens do Ipiranga.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.