Por que fazemos fogueiras no dia de São João?

O mês de junho traz as famosas festas juninas e todas as suas tradições características em diversos pontos do país. Logo, é comum começar a encontrar alguns símbolos bem característicos dessa grande celebração, como as quermesses, quadrilhas, bandeirinhas e a famosa fogueira de São João. E aí fica a pergunta: você sabe o porquê de termos esse último elemento nas comemorações?

A primeira coisa que podemos pensar, estando em um país no qual costuma fazer frio durante o mês de junho, é que as fogueiras existem para que ele não afete tanto as celebrações e aqueles que desejam participar da festa. Entretanto, de acordo com uma tradição católica, a presença desse símbolo faz memória ao nascimento do santo comemorado no dia 24 do mês em questão.

(Fonte: Brasil de fato/Reprodução)(Fonte: Brasil de fato/Reprodução)

Sinal de nascimento

Na tradição religiosa, após passar alguns meses com Isabel, Maria voltou para sua casa e, querendo saber o dia em que o menino João nasceu, combinou com sua prima um sinal que seria visível mesmo de longe. Dessa forma, a maneira mais prática para essa visualização seria uma fogueira, já que sua fumaça poderia ser avistada mesmo a alguns quilômetros de distância – e assim foi feito.

Vale ressaltar que a ideia de acender a fogueira no dia de São João foi um hábito trazido pelos jesuítas quando vieram de Portugal para o nosso país, juntamente com tantas outras tradições que já existiam nas terras lusitanas e foram adotadas por aqui.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.