Seja o primeiro a compartilhar

6 tipos de cães de serviço que ajudam pessoas necessitadas

Você até pode ter o cachorro mais legal, companheiro e engraçado do mundo. Entretanto, existem muitos cães por aí que cumprem uma função muito maior do que apenas ser nossos fiéis escudeiros, pois eles salvam a vida de milhares de pessoas todos os anos. Eles são chamados de cães de serviço.

É bem provável que você já tenha ouvido falar em pelo menos uma dessas "profissões" para cachorros, mas será que conhecia todas que estamos prestes a listar? Confira uma das seis áreas da sociedade em que os cães de serviço podem contribuir incrivelmente!

1. Cão-guia

(Fonte: Wikimedia Commons)f(Fonte: Wikimedia Commons)f

De todos os tipos de cães de serviço, os cães-guia são de longe os mais conhecidos pelas pessoas. Esses animais atuam como os olhos de um deficiente visual, auxiliando-o a se deslocar por suas casas e espaços públicos . Um cão-guia ajuda a pessoa desviar de obstáculos, atravessar uma avenida, andar tranquilamente e encontrar portas.

Para isso, é necessário muito treinamento desses animais. Antes de conseguirem atuar nessa profissão, eles precisam passar por 2 anos de treinamento e seguir sendo treinados pelo resto da vida.

2. Cães de suporte emocional

(Fonte: Southeastern Guide Dogs)(Fonte: Southeastern Guide Dogs)

Um cão de suporte emocional tem a responsabilidade de confortar aqueles que sofrem algum transtorno psicológico, como ansiedade ou depressão. Para que um cachorro seja legalizado nessa função, é necessário que o dono tenha sido diagnosticado em consultório psicológico.

Qualquer raça é qualificada para atuar como cão de suporte emocional, até mesmo os de porte pequeno ou médio. O objetivo é que esse animal traga um pouco de tranquilidade para a pessoa afetada.

3. Detector de alergias

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Poucas pessoas sabem, mas um cão pode ser treinado para aprender a salvar seu dono de uma crise alérgica severa. Os cachorros têm cerca de 300 milhões receptores olfativos no nariz, isso significa que eles conseguem sentir qualquer aroma, mesmo em pequenas quantidades.

Portanto, se você for alérgico a amendoim ou qualquer outro tipo de coisa, seu cão de serviço pode te alertar quando estiver prestes a entrar em contato com o que causa alergia em você.

4. Cães ouvintes

(Fonte: Canine Companions)(Fonte: Canine Companions)

Assim como os cães-guia, os ouvintes cumprem o papel de ajudar pessoas com algum tipo de deficiência auditiva a seguir normalmente com suas vidas. Dessa forma, eles são treinados a associar certos tipos de som a uma recompensa — uma maneira efetiva de fazê-los avisar seus humanos de algo.

Portanto, barulhos como os da campainha de casa, o do alarme de incêndio e o do telefone poderão chegar ao seu receptor original por meio desse cão de serviço.

5. Alerta de diabetes

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Pessoas que sofrem de diabetes precisam ter um alto controle do nível de açúcar no corpo. Porém, isso também significa que essas pessoas podem acabar sofrendo com açúcar baixo e é por isso que os cães de serviço podem trabalhar no auxílio de indivíduos diagnosticados com diabetes.

Um cão de alerta de diabetes aprenderá a detectar a taxa de açúcar de seu dono por meio de suor. Dessa forma, eles conseguirão gerar um alerta quando a pessoa estiver com o açúcar muito alto ou baixo e, assim, prevenir uma crise.

6. Suporte de mobilidade

(Fonte: Ican/Divulgação)(Fonte: Ican/Divulgação)

Indivíduos que sofrem com algum tipo de problema físico que atrapalhe sua mobilidade no dia a dia podem se beneficiar de um cão de serviço. Afinal, esses cães podem ser treinados a abrir portas automáticas, carregar malas ou até mesmo fornecer equilíbrio para o seu condutor quando a pessoa estiver andando.

Em geral, esse trabalho funciona melhor com cães grandes e de porte atlético. Além disso, é necessário bastante treinamento para cumprir a função. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.