Seja o primeiro a compartilhar

Por que o coentro tem gosto de sabão para algumas pessoas?

Você está no grupo de pessoas que não suporta o sabor do coentro? Essa erva levemente refrescante e cheirosa é usada em uma infinidade de pratos, dos mais simples aos mais complexos. Para aqueles que gostam dela, o ideal é combinar com os alimentos que mais combinam, como massas, aves, pescados e molhos.

No entanto, muita gente não suporta o sabor e até o cheiro do tempero. Tem até quem sinta vontade de vomitar ao mero pensamento de comer suas folhas. Para essas pessoas, o coentro tem sabor de sabão. Por que isso acontece? Continue lendo o texto!

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Tudo se resume a genética

Não tem nada a ver com frescura na hora de comer. O gosto de sabão que muitos indivíduos sentem na boca quando comem coentro tem raízes na genética. Nos últimos anos, várias pesquisas foram feitas sobre esse tema na tentativa de entender a relação entre os genes e o sabor percebido na ingestão da erva.

Um desses estudos foi realizado pela empresa de genética de consumo 23andMe e envolveu cerca de 30 mil pessoas. Ao analisar os dados obtidos, os pesquisadores notaram que os indivíduos que afirmaram que o coentro tinha o sabor de sabão possuía um grupo de gene receptor em comum: o OR6A2.

Esses genes são responsáveis por captar o cheiro de produtos químicos classificados como aldeídos. A questão é que esses componentes são químicos naturais que existem em várias plantas, entre as quais está o coentro. E sim, os aldeídos também são usados no processo de fabricação do sabão.

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Em um primeiro momento, o gene OR6A2 ajuda a explicar o problema. No entanto, os cientistas já identificaram pelo menos outros três genes que podem estar envolvidos. Um deles é responsável por codificar os receptores olfativos. Os outros dois influenciam na percepção do sabor. Isso significa que mesmo que você não seja portador do gene OR6A2, outra linha genética pode sustentar seu ódio pelo coentro.

Também há estudos que mostrando que essa particularidade genética apresenta variações geográficas. Por exemplo, na Índia e na América Central, existem menos registros de pessoas com os genes que causam aversão ao coentro — e, como era de se esperar, essa erva aromática é muito popular nessas regiões.

O estudo que citamos também mostrou que o gene responsável pelo gosto de sabão não é passado de uma geração para outra. Além disso, há evidências sugerindo que pessoas que odeiam o coentro podem superar o problema quando expostas continuamente a ele. Contudo, para boa parte delas a solução mais prática é deixar o alimento de lado de uma vez por todas.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.