Você teria coragem de caminhar em uma ponte flutuante?
1.141
Compartilhamentos

Você teria coragem de caminhar em uma ponte flutuante?

Último Vídeo

Você está vendo esse “risco” amarelo na foto?

“Claro, né? Não sou cego”

Ele é um píer flutuante!

“Mano do céu!”

A obra foi projetada como uma instalação artística pelos norte-americanos Christo e Jeanne-Claude

Os dois nasceram em 1935, se conheceram em 1958 e tiveram uma vida de curiosas intervenções artísticas, até o falecimento de Jeanne, em 2009

O píer flutuante foi imaginado pelo dois em 1970

E acabou sendo levado a cabo apenas por Christo, depois do falecimento da esposa

Ele era feito de cubos de polietileno de alta densidade, cobertos com um cintilante tecido amarelo, que mudava de cor para laranja e vermelho conforme o avanço da água

Ao todo, foram 70 mil metros quadrados de tecido e 200 mil cubos usados na instalação

O píer ligava as comunas de Sulzano e Monte Isola, na Itália, além da ilha San Paolo

Na pequena ilha há um convento, construído em 1490, e uma hospedaria para padres, erguida em 1783. Atualmente, a ilha San Paolo é uma propriedade particular

A passarela tinha 3 quilômetros de extensão, 16 metros de largura e 35 centímetros de altura

Ela foi instalada sobre o lago Iseo

“Aqueles que experimentarem o píer flutuante vão sentir como se estivessem andando sobre as águas – ou talvez na parte de trás de uma baleia”, garante Christo

“Eu quero!!”

Ficou com vontade? Então vai continuar com ela: a instalação esteve “em cartaz” entre 18 de junho e 3 de julho deste ano

“Ahhhhh... poxa”

O projeto foi financiado pelo próprio Christo, através da comercialização da sua arte

O custo da obra, entretanto, não foi divulgado

Além disso, todo o material utilizado no píer flutuante agora está sendo retirado para ser reciclado industrialmente

Conscientização ecológica, né?

Confira também um vídeo de como era a instalação

Não parece balançar tanto

Ao todo, 1,2 milhão de pessoas foram conferir o projeto de perto

Durante os 16 dias de instalação, o píer funcionava das 6h da manhã até a meia-noite – mas a partir das 22h só podia curtir esse visual noturno quem já estivesse caminhando nas passarelas flutuantes

Teve gente que aproveitou o calor do verão italiano para levar até os cachorros para conhecerem a obra

Passeio diferente

Muitos foram em família, e havia acessibilidade até mesmo para cadeirantes

Muito amor

Com sorte, era possível encontrar animais da região pelo caminho 

O lago do píer e dos cisnes

Com certeza, uma experiência para ficar na memória

"PLEASE, COME TO BRAZIL"

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.