5.082
Compartilhamentos

Parece plana para você? Veja esta nova imagem da Terra clicada do espaço

Equipe MegaCurioso

O nosso planeta é realmente belo, você não acha? E uma nova imagem divulgada esta semana é mais uma prova disso! Registrada pela sonda espacial OSIRIS-REx da NASA, de acordo com Mike Wall, do site Space.com, a foto mostra a Terra em todo o seu esplendor — redondeza e esfericidade — a 170 mil quilômetros de distância, enquanto a nave partia em viagem até um asteroide chamado Bennu, onde o dispositivo deve coletar amostras de material. Confira a imagem em mais detalhe a seguir:

Planeta Terra visto do espaçoNão é simplesmente linda? (NASA Goddard Space Flight Center/Universidade do Arizona)

Belíssima

Segundo Mike, a imagem foi registrada pela sonda no dia 22 de setembro e foi obtida a partir de várias exposições bem curtinhas. Isso porque a OSIRIS-REx está equipada com uma câmera especial para capturar fotos em situações de pouca luz, como é o caso da superfície de um asteroide — e não como um astro bem iluminado, como a Terra. Então, a captura que você viu acima teve que ser feita em várias etapas.

Aliás, é por conta disso que existem aquelas linhas pretas no topo da imagem, que dão a impressão de que há uma substância sinistra vazando do nosso mundo — você reparou? Ainda sobre a foto, nela é possível ver a Austrália na parte inferior esquerda, vastas porções do Oceano Pacífico na área central e a região sudoeste dos Estados Unidos e a Baixa Califórnia na porção superior direita.

Comparação de tamanho Olha o tamanho da criança... (NASA)

Com relação a essa história de sonda espacial visitando asteroide, o pessoal da NASA estima que, se tudo correr dentro esperado, a nave deve chegar até Bennu até o final do ano que vem. Essa rocha espacial conta com cerca de 500 metros de diâmetro e está listado entre os astros com grande potencial de atingir a Terra um dia.

A missão da OSIRIS-REx consiste em obter informações sobre o asteroide durante um período de 18 meses, coletar amostras de sua superfície — isso por volta de julho de 2020 — e despachar esse material ao nosso planeta para análise.

É esperado que a “encomenda” espacial chegue por aqui em setembro de 2023 e, a partir do exame dos fragmentos do asteroide, os cientistas esperam entender melhor como se deu a formação do Sistema Solar e que papel rochas espaciais como Bennu tiveram em trazer os materiais necessários para o surgimento da vida na Terra.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.