1816: o ano em que a Europa não teve verão

1816: o ano em que a Europa não teve verão

Último Vídeo

A Europa não é exatamente conhecida por seus verões. Apesar disso, as estações do ano costumam ser bastante regulares por lá. Quando é inverno, esfria pra valer; porém, quando o verão chega, os casacos de neve tiram uma boa temporada de férias. Ainda assim, em 1816, relatos históricos dão conta de que diversos países europeus simplesmente não viram a cor — e o calor — do verão.

E o motivo foi, acreditem, um vulcão que nem fica nesse continente. O Monte Tambora, localizado na Indonésia, entrou em erupção 1 ano antes, em abril de 1815, e passou 4 meses em atividade!

A erupção do Tambora foi a maior já registrada nos últimos milênios. Com 2.850 metros de altitude e a 4,3 mil metros do nível do mar, ele expeliu 180 km² de lava. A atividade foi tão absurda que ele chegou a diminiur de tamanho. Estima-se que entre 60 mil e 70 mil pessoas tenham morrido na época, seja em decorrência direta da erupção, seja por conta de seus efeitos mais amplos.

Quem sentiu os efeitos mais diretos do Monte Tambora foi, claro, a população da ilha de Sumbawa, na Indonésia, onde o vulcão está localizado, bem como seus vizinhos.

Contudo, os jatos de matéria expelida foram tão altos que alcançaram a estratosfera. As micropartículas mais leves das cinzas expulsas pelo Tambora eram leves o suficiente para se espalhar pela atmosfera terrrestre por meses, afetando o clima do mundo inteiro. Cientistas que estudaram seus efeitos perceberam que a erupção diminiu a temperatura do planeta inteiro em 3 graus, em média.

Efeito Borboleta

A redução climática mais severa ocasionada pelo Monte Tambora foi na região da Europa, onde o céu passou meses parcial ou totalmente encoberto devido às cinzas. A existência de menos sol fez com que as plantações sofressem para vingar, a oferta de alimentos diminuísse e o preço da comida praticamente alcançasse as cinzas do Tambora, na estratosfera, de tanto que aumentou.

Foi um período tão assustador para os europeus que até viajar ficou mais caro! Afinal, com a comida custando mais, até alimentar os cavalos se tornou mais complicado  e eles eram o principal meio de transporte.

Aliás, há quem atribua ao Tambora, indiretamente, dois fatos distintos da história da humanidade! O primeiro deles seria a invenção da bicicleta, por Karl Drais, que buscava um meio alternativo de se locomover, graças a toda essa situação climática e econômica. Na verdade, ele já vinha desenvolvendo o projeto das bikes mais de uma década antes, mas o clima pode bem ter sido um incentivador do rapaz.

Outra curiosidade interessante é que, justamente nesse verão sem sol, um grupo de intelectuais estava reunido na mansão de Lorde Byron, nos Alpes Franceses. Entre eles, a escritora Mary Shelley. Como não tinham nada para fazer no lado de fora, os convidados ficavam dentro de casa se divertindo com jogos e contando histórias. Em uma dessas ocasiões, Shelley teria criado uma primeira versão do que depois ela escreveria como o livro "Frankenstein".

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.