4 fatos sobre as capivaras, as 'migas rolezeiras'
29
Compartilhamentos

4 fatos sobre as capivaras, as 'migas rolezeiras'

Último Vídeo

O mundo é cheio de discordância, mas quando se fala sobre capivaras é difícil encontrar alguém que não as ache fofinhas e amigáveis. Conhecida como o maior roedor que ainda habita esse planeta, a Kapi'yva, capivara em Guarani, é originária da América do Sul e, por ser um bichinho de boa, que não precisa de muito para ser feliz, costuma viver bem perto de humanos.

No Paraná, por exemplo, os mamíferos podem ser encontrados tomando um banho de sol no Parque Barigui, em Curitiba, ou comendo grama na usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu. Confira alguns fatos divertidos sobre as dentuças:

1- Capivaras não têm rabo

Assim como as cutias, roedores bem menores que habitam o Brasil, as capivaras não possuem rabo naturalmente. Elas podem pesar de 27 a 79 quilos e medir entre 1 e 1,30 metro, dependendo do gênero. As capivaras fêmeas tendem a ser um pouco maiores que os machos.

2- São vegetarianas restritivas

Por serem herbívoros, esses animais só se alimentam de vegetação. Os pratos preferidos delas são as plantas aquáticas e a grama, podendo variar com grãos, melões e abóboras. Consomem mais de 3 quilos por dia! Elas conseguem sobreviver com pouco porque possuem um sistema digestivo potente, principalmente o intestino, capaz de misturar as fibras com bactérias, enzimas e gases que auxiliam na digestão.

Em busca de novos sabores, às vezes elas invadem plantações de milho e acabam se tornando uma grande dor de cabeça para os agricultores.

3- Rolezeiras

A cara de gente boa das capivaras não é enganação; elas são muito sociáveis e vivem em bandos que podem chegar a 100 membros. Além disso, elas curtem dar um rolê pela noite e também logo cedo, já que são animais crepusculares. Isso significa que elas são mais ativas durante o anoitecer e o amanhecer. Caso estejam em um ambiente onde haja predadores à noite, elas podem se tornar animais noturnos, deixando o dia para dormir.

Na natureza elas são desprendidas. Depois de completarem 1 ano de vida, vão em busca de um novo grupo, que é liderado por um macho dominante. As fêmeas ficam maduras sexualmente a partir do sétimo mês de idade e os machos, do 15º. Cientistas acreditam que a glândula localizada no nariz delas, chamada de morillo, é um status de sexualidade e maior no macho dominante. A gestação dura 4 meses e gera, em média, três capivarinhas que vivem até 12 anos.

Algumas vezes, bandos convivem em territórios próximos, o que pode causar certa tensão. Por isso, elas buscam manter uma distância de pelo menos 800 metros do próximo grupo. Respeito é tudo!

4- Competidoras de mergulho

As grandes roedoras podem ficar até 5 minutos sem respirar embaixo d’água. Suas patas são palmadas, facilitando a natação e também a caminhada em terrenos lamosos. Os olhos e as narinas do bicho ficam localizados no topo da cabeça, ajudando-os a respirar e observar o entorno, mesmo dentro da água. Como a pele desses animais precisa estar sempre úmida, eles preferem ficar perto de rios, canais e lagos, escondidos na vegetação. 

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.