10 coisas bizarras sobre os répteis crocodilianos

10 coisas bizarras sobre os répteis crocodilianos

Último Vídeo

Crocodilos, jacarés e caimões estão todos dentro da ordem dos crocodilianos e são animais fantásticos e com muitas curiosidades para descobrirmos. Além disso, são animais altamente estudados e, por isso, trouxemos uma lista com 10 curiosidades sobre eles. Confira:

10. Batismo Sangrento

(Fonte: Rene Ferrer/Pexels)

No lago Abaya, segundo maior da Etiópia, a água é turva e os crocodilos são muito mal alimentados, já que os peixes estão desaparecendo. Essa informação afastaria a grande maioria das pessoas de lá, entretanto, uma congregação protestante resolveu fazer um batismo em massa justamente neste lago. Não deu certo.

Em 2018, 80 pessoas foram ao lago, e o clérigo Docho Eshete ia batizar a segunda pessoa do dia, quando um crocodilo praticamente voou neles. A pessoa que era batizada caiu, mas fugiu. Eshete, infelizmente, morreu durante o ataque.

9. Borboletas bebem suas lágrimas

(Fonte: Carlos de la Rosa/LiveScience)

Em 2012 e 2013, pesquisadores fotografaram borboletas pousando e “bebendo” as lágrimas de crocodilianos. Em outras situações, abelhas também foram vistas fazendo o mesmo, também com tartarugas.

Não há uma explicação exata para isso, mas o que se acredita é que o sódio contido nas lágrimas é o que atrai esses insetos para os crocodilianos, e eles podem se beneficiar dos nutrientes contidos nelas.

8. Escalando árvores

(Fonte: Kristine Gingras/LiveScience)

Pode parecer um verdadeiro pesadelo, mas crocodilianos também conseguem escalar árvores, e isso não é nem tão raro quanto imaginamos. Quatro espécies de crocodilos já foram identificadas até agora. Ou seja, nem sempre vai dar para fugir deles indo para as árvores!

7. Guardas do corredor da morte

(Fonte: Orlando Sierra/AFP)

Em 2015, na Indonésia, houve uma crise em relação aos guardas da prisão. Muitos vinham sendo subornados por presos, e ainda acabavam condenados por delitos relacionados a drogas.

Cansados dos falhos humanos, o chefe antidrogas do país resolveu colocar crocodilianos na ilha do corredor da morte. Os únicos humanos locais seriam os condenados, e a ilha estaria enfestada de répteis por todo lado. A ideia ainda está em desenvolvimento.

6. Crocodilo meio albino

(Fonte: Adelaide River Queen/ScienceAlert)

Na Austrália, um crocodilo que tinha o corpo de cor normal e a cabeça albina apareceu. Em 2014, o raro animal matou um pescador, mas acabou morto por a tiros. Ao examinarem o corpo dele, pesquisadores descobriram que o crocodilo era um grande sobrevivente, pois eram cheio de cicatrizes de grandes brigas e não possuía mais algumas partes do corpo.

5. Um homicídio?

(Fonte: Koorana Crocodile Farm/The Guardian)

MJ, o crocodilo, morava em uma fazenda em QueensIand. Em 2019, em uma briga com outro animal, MJ acabou falecendo. Na autópsia, abriram seu estômago e identificaram um objeto de metal, uma placa ortopédica, com seis parafusos de aço, que provavelmente pertencia a algum animal ou, provavelmente, a um humano!

MJ viveu durante anos na fazenda, mas nasceu como um animal selvagem. Portanto, a teoria é que ele teria comido alguém ou algum animal quando ainda vivia livre!

4. O macarrão de piscina

(Fonte: vfpkeys/Instagram)

Na Flórida, em 2018, um rapaz estava olhando para o canal próximo a sua casa, quando viu um macarrão de piscina seguindo pela água. Seria normal até, se quem estivesse usando o objeto fosse um ser humano, e não um animal da família dos crocodilianos!

O rapaz tirou uma foto e postou no seu Instagram, mas ninguém sabe porquê o animal estava tão “de boas” andando com o macarrão pelo canal.

3. Recheio de crocodilo bebê

(Fonte: National Museum of Antiquities/Divulgação)

Desde 1828, na Holanda, um crocodilo mumificado gigante, de três metros de comprimento, recebe visita de curiosos no museu. Nos anos 90, pesquisadores comprovaram que aquele crocodilo mumificado era, na verdade, formado por dois crocodilos diferentes. A imagem também mostrava anomalias azuis, mas ninguém ligou.

Em 2016, a equipe resolveu ir mais fundo e descobriu que aquelas anomalias azuis eram 47 crocodilos bebês que foram usados para rechear o animal, pelos antigos egípcios, provavelmente para homenagear o deus egípcio Sobek.

2. Crocodilo laranja brilhante

(Fonte: Abanda Expedition/ScienceAlert)

Em 2008, foi descoberto um tipo único de crocodiliano: o laranja! Eles viviam dentro de cavernas escuras e comiam morcegos e grilos. Testes genéticos revelaram que o seu DNA era diferente de todos os outros. O motivo da cor alaranjada era da água que eles bebiam, continha ureia jogada pelos morcegos, e meio que “bronzeada” o seu couro.

1. Cura para o HIV

(Fonte: UHN/ScienceTimes)

De acordo com pesquisadores, a cura para o HIV pode estar no sangue dos crocodilianos. Cientistas perceberam que, apesar de terem graves feridas e viverem em águas cheias de bactérias, os animais ainda assim se curam.

Então, colheram amostras de sangue e criaram dois soros. O soro humano matou apenas oito de 23 bactérias, enquanto o soro dos crocodilianos destruiu todas elas, ainda encolhendo significativamente o HIV no sangue humano. Além disso, células humanas contaminadas com HIV enquanto o sangue reptiliano agia, teve a infecção suprimida!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.