Você sabia? Existe um continente inteiro embaixo da Europa

Pesquisadores acabam de recriar um mapa de um continente inteiro “escondido” embaixo do sul da Europa. Conhecido como o “continente perdido”, dizem que a Grande Adria (nome oficial do continente) teria surgido há 240 milhões de anos atrás, depois do movimento que separou as placas tectônicas que formavam um supercontinente que compreendia a África, Antártica, América do Sul e Austrália, a Pangeia.

Continente perdido se chocou com a Europa há mais de 100 milhões de anos. Reprodução: Space.com

De acordo com o novo mapeamento do território, acredita-se que embaixo da Europa, exista um gigante território que vai dos Alpes até o Irã. E nem tudo estava acima do nível do mar, fazendo com que os pesquisadores acreditassem que existia ainda uma série de ilhas e arquipélagos formando o continente perdido.

Para desenvolver o mapeamento, pesquisadores do Departamento de Ciências da Terra de uma universidade holandesa passaram a última década analisando rochas presentes na Grande Adria. A conclusão que eles chegaram, é que as pedras pertenciam a pelo menos 30 países diferentes da atual formação da Europa. 

Continente se chocou com a Europa

O processo de movimento da Grande Adria teria começado há 140 milhões de anos, quando o supercontinente começou a se mover para o Norte. De acordo com os pesquisadores, entre 100 milhões a 120 milhões de anos, a grande massa terrestre literalmente se chocou com a Europa, fazendo com que seu território deslizasse para “baixo” do Velho Continente. Contudo, assim como uma colisão entre automóveis, o choque deixou vestígios e marcas, o que permitiu um estudo mais aprofundado sobre o continente perdido.

Para os pesquisadores envolvidos, reconstruir o mapa do território escondido embaixo da Europa foi como montar um quebra-cabeças. Um quebra-cabeças que demorou 10 anos para ser concluído. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.