Número de pessoas em quarentena na China já passa de 20 milhões

Número de pessoas em quarentena na China já passa de 20 milhões

Último Vídeo

As autoridades chinesas anunciaram a suspensão dos serviços públicos, em especial os relativos ao transporte, nas cidades de Huanggang e Ezhou, ambas vizinhas do epicentro do surto, a também fechada Wuhan. A medida é restritiva para evitar e tentar controlar a epidemia do vírus mortal 2019-nCoV, popularmente conhecido como coronavírus, que já resultou em 17 fatalidades até agora, além de ter se espalhado para quatro países e contaminado mais de 570 pessoas.

A medida protetiva de quarentena, que solicitou o fechamento dos transportes públicos e de comércios em locais fechados, já cerca mais de 20 milhões de pessoas e trata-se de uma das maiores crises de saúde da história contemporânea, tendo início em meados de dezembro de 2019. Neste momento, a preocupação é agravada por coincidir com o Ano Novo Lunar Chinês, o maior feriado da região, onde a locomoção e a movimentação entre regiões torna-se intensa e desenfreada, apesar de já ter sido cancelado em Beijing, Wuhan, Zhejiang, e Macau.

O início da quarentena ocorreu na cidade de Wuhan, atualmente isolada do resto do mundo, onde o vírus surgiu próximo ao mercado de Hunan, onde há a mistura de animais vivos e carnes cruas para serem comercializados, já fechado desde 1 de janeiro e encerrado suas atividades em 22 do mesmo mês. 

https://www.nytimes.com/2020/01/20/world/asia/coronavirus-china-symptoms.html
(Fonte: Getty Images/Reprodução)

"O vírus está atualmente se espalhando em taxas alarmantes. Os hospitais estão lotados de milhares de pacientes, que esperam horas para ver um doutor - você pode imaginar seu pânico," disse um doutor anonimamente para a BBC. "Normalmente, Wuhan é um ótimo local para viver e nós estamos orgulhosos de nosso trabalho - especialistas têm desenvolvido um guia para o diagnóstico e tratamento do coronavírus. Mas estou assustado porque esse é um novo vírus e os quadros são assustadores."

Originalmente, o vírus 2019-nCoV foi transmitido para humanos a partir dos animais, tratando-se de uma zoonose. Apesar disso, sua origem não traz explicações suficientes para entendê-la, especialmente a relação de contaminação e como ocorre o contágio entre humanos. Apesar da crise de saúde pública, não é a primeira vez que o vírus surge na China, já que uma variação ocorreu em 2003, registrando mais de 300 mortes em apenas oito meses.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.