48% dos infectados pela covid-19 no Rio estão recuperados

48% dos infectados pela covid-19 no Rio estão recuperados

Último Vídeo

Em levantamento oficial realizado pelo Painel Covid-19, da cidade do Rio de Janeiro, divulgado na última quarta-feira, dia 22, foi confirmado que, dos 3.656 casos que estavam confirmados, até o momento, para o coronavírus, 1.775 conseguiram recuperar-se da doença, totalizando quase 50% do total de contaminados registrados pela prefeitura nos últimos meses e um aumento de mais de 245% de recuperados em relação aos infectados em menos de uma semana.

Contando com mais de 300 mortes por covid-19 já registradas apenas na cidade do Rio da Janeiro, a capital vem disparando em quantidade de óbitos, seguida por Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Niterói. Segundo dados do Sistema Único de Saúde (SUS) local, mais de 1.100 pessoas ainda estão hospitalizadas em tratamento, com 274 internadas na UTI. Mais 151 mortes estão sendo investigadas e podem estar relacionadas ao novo vírus.

"É uma doença muito perigosa, muito ruim. Quando a gente é leigo no assunto, a gente estremece. Mas e pra mim que conheço o assunto, que entendo", comentou a técnica de enfermagem Patrícia Souza da Rosa Lopes, que passou uma semana no hospital em estado grave e já encontra-se recuperada do coronavírus. "Foi bem difícil, foi bem complicado. Graças a Deus e a equipe multidisciplinar, porque ninguém foi sozinho, foi uma equipe. Graças a essa equipe, eu to aqui."

(Fonte: Reuters/Reprodução)(Fonte: Reuters/Reprodução)

Ao todo, o Estado do Rio da Janeiro já registra mais de 6.170 infectados por coronavírus, indicando 530 mortes, segundo números oficiais desta manhã de sexta-feira, dia 24, estando, entre os estados brasileiros, atrás apenas de São Paulo, que disparou com 16.740 infectados e 1.345 mortes. No Brasil, segundo dados oficiais fornecidos pelo ministro da Saúde Nelson Teich, cerca de 49.990 pessoas testaram positivo para o vírus e, apesar da alta taxa de recuperados, com mais de 26.570, 3.330 não resistiram e foram vítimas fatais.

Desde o último final de semana, uma nova vacina vem sendo testada por instituições brasileiras, funcionando à base de infusão de plasma sanguíneo de pacientes já recuperados. Com uma centena de pessoas na fila de espera para iniciar o tratamento experimental, espera-se que, em breve, novos resultados surjam sobre o número de recuperados, trazendo boas notícias para uma população que vem acompanhando o salto do vírus, no país e no mundo, de forma desproporcional.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.