Covid-19: anticoagulantes melhoram chances de sobrevivência

Covid-19: anticoagulantes melhoram chances de sobrevivência

Último Vídeo

Médicos e cientistas pelo mundo todo estão em busca de vacinas, remédios e tratamentos que ajudem, respectivamente, a prevenir, curar e tratar os pacientes infectados pela covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Em meio a essas buscas, um hospital nos Estados Unidos descobriu que o anticoagulante pode melhorar as chances de sobrevivência dos infectados.

O estudo que encontrou esta opção foi feito por pesquisadores do Hospital Mount Sinai em conjunto com a Escola de Medicina de Mount Sinai, ambos em Nova York. O trabalho foi publicado na Science Daily e apresenta que os anticoagulantes podem funcionar como um tratamento, mas não como uma prevenção.

(Fonte: Expect NY/Reprodução)(Fonte: Expect NY/Reprodução)

A pesquisa no Hospital Mount Sinai

Para alcançar esta resposta, os pesquisadores conduziram o estudo com 2.773 pacientes infectados pela covid-19. Do número total, escolheram 786, ou 28%, para receberem um tratamento com doses completas de anticoagulantes, que é um número acima do que é normalmente utilizado em casos de coágulos sanguíneos. 

(Fonte: Pexels)(Fonte: Pexels)

O resultado disso foi uma melhora significativa de sobrevivência nos casos, até mesmo entre os que estavam na UTI. Os que não conseguiram ser curados da doença morreram com 21 dias de internação, que são sete a mais do que a maioria das vítimas do novo coronavírus.

Outra percepção dos pesquisadores foi de que os anticoagulantes funcionam bem para as pessoas que estão entubadas. Entre os que precisaram de respiradores, a taxa de morte sem o tratamento é de 62,7%. Já entre os que foram medicados com anticoagulantes, a porcentagem foi de 29,1% de óbitos.

Médica brasileira já utilizava anticoagulante

A pneumologista Elnara Negri, do Hospital Sírio-Libanês, foi a primeira brasileira a perceber a efetividade do medicamento no tratamento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Segundo o jornal Pleno News, ela já havia publicado um estudo sobre o uso de anticoagulantes em 20 de abril.

Elnara já tratou 27 pacientes por meio dos anticoagulantes, desses 24 se recuperaram, dois continuaram em estado grave e um foi transferido para outro hospital. Entre os recuperados, quatro estavam sobrevivendo por respiração mecânica. 

A médica é uma referência para o tratamento da covid-19 no hospital de São Paulo.

Como o anticoagulante ajuda

O remédio é, em casos normais, utilizado para prevenção ou tratamento de coágulos e evitar doenças como a trombose. Segundo informações, o medicamento pode ser aplicado de forma oral, subcutânea ou intravenosa e poderia funcionar como uma prevenção para situações como ataque cardíacos, derrames e embolia pulmonar. 


Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.