Você sabia que corujas também dormem de bruços?

Você sabia que corujas também dormem de bruços?

Último Vídeo

Após uma campanha disseminada no Twitter pelo jornalista Mark Rees, que publicou a imagem de uma coruja bebê dormindo de bruços, a inocente brincadeira logo tomou ares estrondosos, revelando que o caso não era apenas uma curiosidade, mas sim um hábito que diversos filhotes das exóticas aves possuem, tirando uma soneca com a cabeça recostada para baixo.

Muito popular entre os fãs de aves, as corujas são um dos animais mais estudados e observados no planeta, com diversos grupos sempre tentando discriminar seus hábitos pouco comuns e entender como funciona sua evolução na espécie, algo que já gerou muitas teorias duvidosas, como a comparação com alienígenas, e muitos outros fatos divertidos.

A postagem nas redes sociais gerou, então, um engajamento público tremendo, com diversos usuários passando a postar imagens de outras corujas em seus momentos de repouso e revelando que, de fato, deitar de bruços é uma mania mais do que comum para os animais. Veja abaixo algumas fotos.

"Acabei de descobrir que as corujas dormem de bruços assim porque suas cabeças estão pesadas demais. Além disso, acho que nunca vi pernas de coruja antes...."

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

Segundo relatos da National Audubon Society, organização não-governamental dedicada ao ativismo ambiental e à conservação das espécies, as corujas tendem a dormir com a cabeça baixa principalmente durante sua infância, já que o o peso dela é desproporcional ao restante do corpo, chegando a ser comum encontrar, em filhotes, a postura de bruços durante o sono

"Mantendo as garras firmemente agarradas em um galho, as corujinhas deitaram-se de bruços, viraram a cabeça para o lado e adormeceram. Seus cochilos são curtos e, quando dormem, não gostam de ser despertados, mesmo para ser alimentado ", disseram membros da organização, em uma história publicada no site oficial da ONG.

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

"Filhotes de corujas dormem como filhotes de humanos; poucas horas em um período majoritariamente durante o dia. Bebês de corujas também apresentam altos níveis de sonhos vívidos durante o sono. À medida que ficam velhos, parecem que sonham menos..."

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

"Eu não encontrei a fonte original desta imagem, mas também sugere que corujas algumas vezes dormem para baixo.  Embora eu não tenha encontrado nenhum outro material genético em solo ou artigos científicos sobre adolescentes sendo dorminhocos instáveis de alto peso... Algum observador de pássaros quer confirmar ou desmascarar?" 

"Hábitos de sono de uma coruja adolescente estão bem distantes do ma minha rota, mas eu achei (menos hilárias) contas confirmando."

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

De fato, é possível acreditar que o desenvolvimento físico da coruja faz toda diferença em seus hábitos de sono, com a fase adulta sendo a que a ave dorme em locais mais altos e tradicionalmente em pé, já que consegue suportar, com equilíbrio, o peso de sua cabeça, já com medidas mais adequadas em relação ao seu corpo.

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

(Fonte: Bored Panda/Reprodução)(Fonte: Bored Panda/Reprodução)

Além do sono, o fato também chocou diversos internautas, muitos relatando que viram, pela primeira vez, pernas de coruja. Para quem não tem costume com o animal e não tem uma convivência, realmente visualizar todo o seu porte não é uma tarefa muito comum, então é compreensível a surpresa em identificar a estrutura basal da ave.

E vocês, se identificaram com as corujinhas?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.