Zoológico treina animais para fazerem exames médicos; veja vídeo

Zoológico treina animais para fazerem exames médicos; veja vídeo

Último Vídeo

Um zoológico do estado de Victoria, na Austrália, divulgou nesta sexta-feira (9) no site IFL Science a solução para um grande problema para a maioria dos zoológicos do mundo: a realização de exames básicos de saúde em animais selvagens. A solução encontrada foi treinar os bichos para os testes de rotina.

Uma vez que animais não falam, veterinários de zoológico precisam se esforçar para identificar as fontes de prováveis doenças, e maneiras de identificá-las em seus estágios iniciais antes que a situação se agrave. Porém, exames de rotina muitas vezes demandam o uso de anestesias arriscadas e perigosas para os animais.

Imaginem a trabalheira que dá para realizar um exame de sangue num leão. Para aplicar uma anestesia geral no rei dos animais, que é um risco para a saúde do felino, é mobilizada uma equipe de tratadores e veterinários. Mas acaba se tornando uma rotina necessária, na falta de um voluntário que consiga obter o sangue do leão acordado.

Dor x comida gostosa

https://www.facebook.com/watch/?v=237416307655853

Para evitar essas verdadeiras “operações de guerra”, a equipe do Werribee Open Range Zoo, num subúrbio de Melbourne, chegou à conclusão que dá menos trabalho treinar leões e leopardos para passarem suas caudas através de uma abertura em suas jaulas em troca de uma recompensa.

A ideia é que, através de técnicas básicas de estímulo e resposta, os animais associem a ideia de ter suas caudas tocadas por um bastão com o recebimento de comida. A veterinária Kelly Hobbs afirmou ao IFL Science que isso permite que o sangue seja retirado com total segurança, com o animal acordado.

Hobbs diz que: “Nenhum deles mostra qualquer sinal de que sente a agulha entrando”. Embora ela reconheça que certamente eles sintam dor, aparentemente a alegria de encher a barriga com uma comida gostosa supera isso.

Segundo a veterinária, rinocerontes fêmeas chegam a se submeter de bom grado aos antes complicados exames retais. Embora este tipo de comportamento possa se extinguir de uma hora para outra, ela diz que os animais “aceitam procedimentos invasivos por causa da comida e da relação que estabeleceram com seus tratadores”.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.