Seja o primeiro a compartilhar

Aranha-lobo considerada extinta reaparece em base do exército

Uma grande descoberta biológica foi feita no Reino Unido na última semana. Uma grande aranha-raposa de 5 centímetros de comprimento, que era considerada extinta na região, foi encontrada dentro de uma das bases do exército britânico em ótimas condições de saúde e prosperando.

De acordo com a instituição Surrey Wildlife Trust, um dos 46 fundos de vida selvagem que cobrem a Grã-Bretanha, a redescoberta da Alopecosa fabrilis em Surrey, na Inglaterra, é consequência de um trabalho árduo com duração de dois anos. A última vez que essa aranha havia sido vista no país foi em 1993, há 27 anos.

Predadora da noite

(Fonte: Surrey Wildlife Trust)
(Fonte: Surrey Wildlife Trust)

A grande aranha-raposa faz parte das aranhas-lobo, uma família de aracnídeos que prefere ir atrás de suas presas do que capturá-las em teias. Como a maior parte do seu período de atividade ocorre durante a noite, elas podem ser verdadeiramente difíceis de serem encontradas pelos entusiastas da espécie.

Segundo a reportagem do jornal The Guardian, o líder das pesquisas Mike Waite utilizou imagens aéreas das instalações militares para encontrar buracos na terra — local onde elas geralmente caçam. Após incontáveis noites, a longa busca deu resultados e Waite pode observar o espécime perambulando pelo local.

“Com o coronavírus, esse ano acabou sendo repleto de altos e baixos, e eu tinha acabado de completar 60 anos. Então essa foi uma ótima forma de celebração”, completou o pesquisador de maneira entusiasmada. O projeto conseguiu identificar diversas aranhas macho, uma fêmea e possivelmente alguns espécimes filhotes, apesar do último ainda não ser conclusivo.

Preservando a natureza

(Fonte: Surrey Wildlife Trust)
(Fonte: Surrey Wildlife Trust)

As grandes aranhas-raposa adultas possuem um corpo coberto por pelo de coloração amarronzada ou acinzentada. Apesar de serem capazes de tecer seda, ela não é utilizada para a construção de teias, mas sim para alinhas as tocas cavadas por elas para hibernar durante o inverno.

Mesmo essa espécie de aranha-lobo sendo ameaçada de extinção no Reino Unido, ela ainda pode ser vista em maior quantidade em dunas de areia na Holanda e também na Dinamarca. 

Atualmente, a Surrey Wildlife Trust cobre centenas de acres na região de Surrey para proteger a vida selvagem local. Segundo os pesquisadores, o local onde as grandes aranhas-raposa foram descobertas deve continuar em sigilo, pois, além de servir como centro de treinamento para o exército, é uma área de proteção florestal.  

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.