Seja o primeiro a compartilhar

Esqueletos de conchinha: quem era esse casal de 3 mil anos?

Em uma conferência virtual de arqueologia realizada recentemente pela Universidade de Nova York, o arqueólogo Rami Arav, diretor do projeto Betsaida, em Israel, falou de dois esqueletos de mais de 3 mil anos, encontrados lado a lado, na posição de “conchinha”, e que estão sendo chamados nas redes sociais de “Romeu e Julieta”.

Fonte: Betsaida Excavations Project/Divulgação
Fonte: Betsaida Excavations Project/Divulgação

A proximidade dos corpos, com o braço do homem sobre o corpo da mulher, levou os pesquisadores a admitir que o casal morreu ao mesmo tempo, embora não tenham a ideia da “causa mortis”. “É muito, muito raro encontrar um casal como esse”, afirmou Arav, que é também professor de estudos religiosos da Universidade de Nebraska Omaha.  

Características de Romeu e Julieta

A idade com que os dois morreram é mais um bom motivo para chamá-los de Romeu e Julieta, pois o rapaz estava no final da adolescência e a moça, no início ou na pré-adolescência, exatamente como os amantes de Verona. Arav explicou ao site Live Science que, se não morreram ao mesmo tempo, pelo menos foram enterrados juntos, antes que começasse a decomposição dos corpos.

Fonte: Bethsaida Excavations Project/Divulgação
Sítio arqueológico de Betsaida (Fonte: Bethsaida Excavations Project/Divulgação)

Apesar de encontrados numa posição íntima na sua sepultura, os arqueólogos não são capazes de dizer se se tratava de um casal de amantes, porém quem os enterrou colocou-os nessa posição carinhosa talvez por conhecer sua história.

As escavações em Betsaida tiveram início em 1987, e os esqueletos de Romeu e Julieta são os mais antigos do sítio arqueológico, onde foram descobertos há cerca de dez anos.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.