Seja o primeiro a compartilhar

Tecido roxo bíblico é encontrado em Israel pela 1ª vez

Tecidos tingidos com uma tinta roxa foram encontrados pela primeira vez em Israel. O tecido roxo é da época dos reis Davi e Salomão, de cerca de 1000 a.C.. A descoberta foi realizada por uma pesquisa da Universidade de Tel Aviv com o apoio da Autoridade de Antiguidades de Israel. Os resultados da expedição foram publicados no fim do mês de janeiro.

O tecido foi descoberto no Vale de Timna, na região sul de Israel. O motivo pelo qual o achado é tão impressionante é sua raridade e o fato de tecidos roxos serem mencionados diversas vezes na Bíblia. Por mais que sejam constantes nos relatos bíblicos, até o momento nunca tinham sido encontrados.

(Fonte: Autoridade de Antiguidades de Israel/Reprodução)
(Fonte: Autoridade de Antiguidades de Israel/Reprodução)

Trechos da Bíblia destacam tecido roxo púrpura

No livro Cântico dos Cânticos, terceiro capítulo, versículos 9 e 10, uma das menções pode ser destacada: “o Rei Salomão fez para si uma carruagem de madeira do Líbano. Fez-lhe as colunas de prata, o estrado de ouro, o assento de púrpura, o interior revestido com amor, pelas filhas de Jerusalém”.

Logo, os tecidos provam que o roxo foi uma cor valorizada pela realeza na antiguidade. Segundo os cientistas, a tinta que tingiu o tecido foi feita a partir de três espécies de moluscos comuns no Mediterrâneo. Uma glândula dos moluscos passa por um processo químico que demora vários dias, mas resulta na coloração arroxeada.

(Fonte: Autoridade de Antiguidades de Israel/Reprodução)
(Fonte: Autoridade de Antiguidades de Israel/Reprodução)

Na época, o traje roxo era associado à nobreza, aos sacerdotes e realeza. Afinal, criar o pigmento a partir dos moluscos era muito difícil, provando-se um luxo apenas da elite. Além disso, a cor era considerada muito bela e poderia ser mais valiosa que o próprio ouro.

Ainda segundo os cientistas, as amostras de tecido roxo bíblico encontradas foram feitas com um método de tingimento duplo. Dessa forma, o pigmento foi enriquecido para valorizar ainda mais a produção.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.