Seja o primeiro a compartilhar

Liga da Justiça: o que a ciência explica sobre os super-heróis?

Como cinéfilos e fãs dos super-heróis, entramos em uma dimensão paralela quando cada filme começa e não questionamos nenhum daqueles feitos e daquelas transformações fantásticas. Mas, como estudantes e amantes das ciências, ficamos imaginando como alguns cientistas explicariam a Liga da Justiça.

1. Super-Homem

Fonte: DC Films/DivulgaçãoFonte: DC Films/Reprodução

Bioecólogos tentam explicar os kryptonianos e os poderes do Super-Homem, analisando a ecologia de Krypton. Para eles, o planeta exibia um ambiente bem mais hostil do que a Terra: uma atmosfera mais fina, maior atração gravitacional, além dos impactos de um antigo sol vermelho, explicado pelos astrônomos como uma supergigante vermelha nas últimas etapas de sua vida.

2. Batman

Fonte: DC Films/DivulgaçãoFonte: DC Films/Reprodução

Fisiólogos consideram Bruce Wayne um dos melhores espécimes físicos do planeta Terra, feito obtido através de um regime de treinamento intensivo que levou a mente e o corpo aos seus limiares absolutos. Educadores reconhecem o Homem-Morcego como um dos últimos polímatas do mundo (conhecedor de muitas áreas). Psicólogos ainda estudam a sua coragem para avaliar o impacto deste atributo em sua personalidade.

3. Mulher-Maravilha

Fonte: DC Films/DivulgaçãoFonte: DC Films/Reprodução

Os biólogos afirmam que Diana Prince é uma mulher perfeitamente normal. Entretanto, por ser abençoada pelos deuses gregos, segundo suas irmãs amazonas, alguns pesquisadores acreditam que essa “bênção” possa ser, na verdade, alguma reação neuroquímica que a torna “bela como Afrodite, sábia como Atenas, mais rápida que Hermes e mais forte que Hércules".

4. Flash

Fonte: DC Films/DivulgaçãoFonte: DC Films/Reprodução

Quando Barry Allen foi atingido pelo raio e teve o corpo banhado por produtos químicos de seu laboratório, seu metabolismo foi saturado com uma forma exótica de matérias que, segundo os físicos, irradia algo semelhante à Energia Escura, que acabou capturado em nódulos no seu sistema nervoso. Esses nódulos aumentam quando seus neurônios disparam, criando uma “bolha” de espaço-tempo.

5. Aquaman

Fonte: DC Films/DivulgaçãoFonte: DC Films/Reprodução

Segundo bioarqueólogos marinhos, os atuais atlantes são uma ramificação dos antigos Homo sapiens que migraram e colonizaram novas terras abertas pelas pontes terrestres da Idade do Gelo. Quando esta terminou, há cerca de 10 mil anos, os pré-atlantes foram isolados do resto da Europa. Tendo que sobreviver, eles conseguiram acessar o “Vermelho”, código morfogênico que conecta todas as coisas vivas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.