Seja o primeiro a compartilhar

O voo de Yuri Gagarin: 60 anos do primeiro homem no espaço

A agência espacial da Rússia, a Roscosmos, está em ritmo de festa nesta segunda-feira (12). A data marca o aniversário de 60 anos de um dos maiores feitos da nação: a missão bem sucedida de enviar o primeiro ser humano ao espaço.

Em 12 de abril de 1961, o piloto Yuri Alexeievitch Gagarin foi a primeira pessoa a realizar um voo espacial tripulado. 

A bordo da nave Vostok 1, ele trouxe à União Soviética uma das maiores vitórias contra os Estados Unidos na corrida espacial — e iniciou uma série de avanços que culmiaria em viagens cada vez mais longas e distantes.

O voo histórico

Gagarin era filho de fazendeiros e nasceu em março de 1934 na pequena aldeia de Klushino.

Traumas de infância envolvendo batalhas da Segunda Guerra Mundial o levaram a ter o sonho de virar piloto — algo que ele conseguiu aos 26 anos, quando foi escolhido como um dos militares treinados na primeira turma de cosmonautas da União Soviética.

Yuri Gagarin foi ao espaço aos 27 anos.Yuri Gagarin foi ao espaço aos 27 anos.

A decolagem da Vostok-1 aconteceu às 9 horas e 07 minutos da manhã, no horário de Moscou. A pista utilizada foi a base de Baikonur, no atual Cazaquistão, e o foguete R-7 levou 11 minutos para levar a cápsula ao ponto certo da órbita terrestre. Ao todo, ele ficou a uma altitude então inédita de 320 km — 90 km acima do previsto na missão — e cunhou a célebre frase "a Terra é azul" ao relatar o que estava vendo ao comando da missão.  

Gagarin passou uma hora e 48 minutos em órbita. A viagem não foi exatamente tranquila: ele chegou a perder contato com a central de comando na Terra por 23 minutos e, no momento do retorno ao planeta, não sabia exatamente onde seria o pouso.

Uma réplica da Vostok-1.Uma réplica da Vostok-1.

Além disso, a cápsula da Vostok não operou como devia no sistema de aterrissagem leve, o que obrigou o cosmonauta a ejetar-se do assento e retornar à terra firme por um paraquedas. Ele parou em uma pequena fazenda perto do rio Volga, a 720 km ao sudeste da capital soviética.

Dois dias depois do retorno, ele voltou à sede da agência espacial para cumprimentar as autoridades locais, como o líder da época, Nikita Khrushchev.

Gagarin e Nikita Khrushchov.Gagarin e Nikita Khrushchov.

O cosmonauta virou um dos símbolos não só da corrida espacial, mas também de toda a Guerra Fria: o pôster com o rosto do militar era um símbolo de uma das conquistas da nação contra os norte-americanos. A primeira missão tripulada dos Estados Unidos seria apenas seis meses depois — com John Glenn, astronauta a bordo da Friendship 7.

Apesar da fama, Gagarin não teve uma vida tranquila: ele faleceu pouco depois de voltar à vida militar, aos 34 anos, em um treinamento de voo com circunstâncias até hoje pouco esclarecidas.

Celebrando o legado

Itens da época estão atualmente em exibição no museu do Centro de Treinamento de Cosmonautas, como o relógio de navegação utilizado por Gagarin na data histórica.

Atualmente, a celebração de 12 de abril envolve também o Dia da Cosmonáutica na Rússia, em um momento de celebração dos feitos realizados desde o período da corrida espacial até os projetos atuais de cientistas e cosmonautas.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.