Síndrome de Asperger: 4 filmes e séries para entender a condição

Considerada uma perturbação do espectro autista (PEA), a Síndrome de Asperger é uma condição crônica de menor proporção que atinge milhões de pessoas pelo mundo. Esse quadro clínico, que pode ser melhor observado em celebridades como Elon Musk, Greta Thunberg e Courtney Love, ainda gera muitas discussões entre o público e, por mais que seja um assunto atual, envolve-se com dúvidas e equívocos sobre seu impacto na vida dos portadores.

Confira abaixo algumas produções audiovisuais que detalham a atuação da Síndrome de Asperger e esclarecem como é a vida de pessoas que possuem dificuldades na comunicação e interação social, ciclos de comportamento e restrições pontuais de interesses.

1. Mary & Max: Uma Amizade Diferente (2009)

A premiada claymation australiana do diretor Adam Elliot traz uma emocionante amizade entre um homem de 44 anos e uma menina de 8 anos, que passam a se comunicar por correspondências e relatar sentimentos sobre diversos eventos mundanos. O longa se destaca pelo forte apelo sensível e por tratar de temas delicados sobre depressão, ansiedade e diagnóstico de Asperger, condição vivenciada por Max e que o leva a enfrentar dificuldades para aceitar seu relacionamento amigável e inusitado com Mary.

2. Parenthood (2010-2015)

Parenthood é uma série estadunidense que se passa em Berkeley, Califórnia, e conta a história de três gerações da família Braverman, levando o público a conhecer sua rotina e a forma como elas educam e se relacionam com seus filhos. Logo na primeira temporada, Max Braverman, de apenas 8 anos, é diagnosticado com Asperger, e essa descoberta dá início a uma série de eventos novos que tratam com sensibilidade e autorresponsabilidade o portador da síndrome.

3. Asperger's Are Us (2016)

Asperger's Are Us é um documentário protagonizado pelo primeiro grupo de comediante formado exclusivamente por portadores da Síndrome de Asperger. O longa narra histórias e eventos que ocorreram em pouco mais de oito anos e trata, com bom humor, como adultos e profissionais autistas encarraram uma carreira desafiadora até o momento em que tomaram caminhos separados.

4. No Espaço Não Existem Sentimentos (2010)

Indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 2011, No Espaço Não Existem Sentimentos é um longa sueco que acompanha a história de Simon (Bill Skarsgård), um jovem incapaz de se relacionar com outras pessoas e compreender seus sentimentos. Com um olhar leve e divertido, mas impactante, o filme trata a Síndrome de Asperger de uma forma única e discute amor fraternal, obstinação e outras emoções tenras em uma obra didática.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.