170
Compartilhamentos

Conheça o potó, inseto cuja picada provoca queimaduras de 2º grau

Pouco comum no restante do Brasil, o potó (Paederus irritans) é um inseto pequeno, com corpo vermelho e preto, encontrado predominantemente em alguns estados do Nordeste, e muito temido pela população porque sua picada pode causar queimaduras de até segundo grau na pele. A maioria das pessoas não sabe como tratar as doloridas lesões.

Fonte: Meio Norte/ReproduçãoFonte: Meio Norte/Reprodução

Entrevistada pelo G1, a dermatologista Yáscara Pinheiro explica que a maioria das queimaduras ocorre à noite, principalmente em áreas do corpo que ficam descobertas. Muitas vezes, as pessoas acordam com a picada, mas nem encontram mais o potó. Parente dos besouros e das joaninhas, o inseto fica próximo das luzes brancas nas residências, e busca lugares quentes.

Também falando ao G1, o biólogo Jefson Morais esclarece que a ocorrência desses "acidentes" com potós, que às vezes caem do telhado sobre a pessoa dormindo, é maior no início dos meses mais quentes do ano no Nordeste. Por isso, a recomendação é que, durante esse período, as pessoas substituam as luzes brancas por amarelas.

A lesão provocada pela picada do potó é parecida com uma queimadura de fogo ou produto químico. A substância tóxica presente no coleóptero, a pederina, muitas vezes é liberada quando a pessoa vira na cama e esmaga o inseto contra a pele. A gravidade das lesões irá depender da quantidade de toxina, e também da sensibilidade da pele da pessoa. 

Como tratar as feridas produzidas pelo potó?

Fonte: YouTube/ReproduçãoFonte: YouTube/Reprodução

Yáscara explica que as medidas iniciais devem ser lavar o ferimento com água e sabão e posteriormente usar uma compressa com água fria no local. "Se não tratada corretamente, a queimadura de potó pode resultar em uma infecção secundária e até cicatrizes", explica a dermatologista, alertando que nesses casos, a pessoa deve procurar aconselhamento médico para uso de medicamentos.

Ela ainda faz outros alertas, como evitar o uso de receitas caseiras, e, como em qualquer tipo de queimadura, evitar se expor ao sol. Conforme a dermatologista, tratamentos caseiros como pasta de dentes e maisena podem provocar uma piora na lesão e até mesmo dar início a uma infecção.

Chamada de pederismo, a dermatite causada pela picada do potó provoca uma lesão linear parecida com um leito de rio ou uma chicotada. 

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.