Perversão ou persuasão: detalhes da ação de um perverso

É possível que em seu ciclo social exista uma pessoa extremamente sedutora, que convence facilmente  todos a seguirem suas ideias e seus planos e que é absurdamente simpática e sociável. Para os mais distraídos, trata-se de alguém bem relacionado e com grande poder de influência. Já os mais atentos podem enxergar uma pessoa manipuladora, impulsiva, com sentimentos de superioridade e, por fim, perversa.

É sabido que o mundo está repleto delas: pessoas que mentem e têm mania de transgredir as normas sociais sem qualquer sentimento de culpa ou remorso. Os perversos desejam poder e podem adotar práticas entendidas como "desvios sociais", inclusive quando o assunto é sexo.

O que é perversão?

a

A perversão, na psicanálise, é uma estrutura mental como a neurose e a psicose, e não é somente sexual. Há sintomas para analisar os tipos de perversão, que podem ser sexuais ou apresentar comportamentos antissociais, mas é bem difícil fechar o diagnóstico de perversão, já que não se trata de um sintoma isolado, é algo que realmente está lá, como uma “forma de ser”. Então, falando de modo genérico, um perverso tem características manipuladoras, chantagistas e sedutoras.

Obviamente, deve-se ter cautela antes de sair atestando perversão aos mais influentes, com fortes características de líderes em sua essência, afinal persuasão e determinação são características muito bem-vindas socialmente e até admiráveis, mas alguns comportamentos podem ajudar a revelar o perfil do perverso e a tomar cuidado quando as investidas ficarem emocionalmente perigosas.

A pessoa parece ser capaz de prender, seduzir emocionalmente e fazer cair em suas armadilhas mentais, ainda que você tente escapar. Não é culpa sua, já que ela faz tudo isso para manipular, pois, no fundo, não se importa com você, só finge gostar.

Dá para escapar dessas ações furando o discurso do manipulador, negando as sugestões que ele dá, começando a se impor, a falar mais de você e tomando decisões mais emancipadas — e é claro, não se expondo demais quando ele estiver próximo.

***

Fabiano de Abreu Rodrigues, colunista do Mega Curioso, é doutor e mestre em Ciências da Saúde nas áreas de Psicologia e Neurociências pela Emil Brunner World University (EBWU), na Flórida (EUA), e tem o título reconhecido pela Universidade Nova de Lisboa. É também mestre em Psicanálise pelo Instituto e Faculdade Gaio/Unesco; pós-graduado em Neuropsicologia pela Cognos em Portugal e em Neurociência, Neurociência Aplicada à Aprendizagem, Neurociência em Comportamento, Neurolinguística e Antropologia pela Faveni do Brasil; conta com especializações avançadas em Nutrição Clínica pela TrainingHouse em Portugal, The electrical Properties of the Neuron, Neurons and Networks, Neuroscience em Harvard (EUA); é bacharel em Neurociência e Psicologia pela EBWU e licenciado em Biologia e História pela Faveni do Brasil; tecnólogo em Antropologia pela UniLogos (EUA); com especializações em Inteligência Artificial na IBM e programação em Python na Universidade de São Paulo (USP); e MBA em Psicologia Positiva na Pontifícia Universidade Católica (PUC).

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.