113
Compartilhamentos

6 resultados bizarros da evolução das espécies

A evolução é um processo natural dos seres vivos. De acordo com a teoria de Charles Darwin, a seleção natural faz com que os nossos organismos se adaptem às mudanças no planeta e estejam cada vez mais aptos a produzir espécies mais fortes, resilientes e com "menos defeitos". 

Quando uma espécie não consegue se adaptar, ela infelizmente acaba morrendo. Porém, quando o assunto é evolução, não existe um padrão estético que dite como seres vivos evoluídos devem se parecer e alguns exemplos podem ser até mesmo assustadores. Confira seis resultados esquisitíssimo da seleção natural!

1. Peixe-bolha

(Fonte: Internet/Reprodução)(Fonte: Internet/Reprodução)

Poucas criaturas no mundo são tão estranhas quanto o peixe-bolha. Em 2013, esse animal foi votado como "O Animal Mais Feio do Mundo", um título que detém até hoje e com toda razão. Apesar da aparência, essa criatura é um predador muito bem adaptado as circunstâncias do seu habitat.

O peixe-bolha sabe esperar pacientemente pela sua presa e usa sua mandíbula forte para triturar sua comida. Por fim, seu exterior horrendo é extremamente útil para se defender de ataques de polvos. 

2. Pepino-do-mar

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Sem motivos para pânico, o pepino-do-mar não é um cocô boiando na água. Batizado por se parecer um pouco com o fruto, essa criatura completamente esquisita já foi vista como uma iguaria com alta demanda na Ásia. 

Por conta da pesca predatória, tem sido considerado um produto cada vez mais raro e caro. O pepino-do-mar não é exatamente um peixe, mas um primo distante das estrelas-do-mar e dos ouriços.

3. Dioneia

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A dioneia, também chamada de apanha-moscas, é uma das plantas carnívoras mais famosas no mundo. Em geral, esse ser vivo se alimenta de aranhas, formigas e moscas usando suas poderosas folhas em formato de "v" para abocanhar a presa. Essa planta é nativa dos pântanos dos Estados Unidos.

Apesar de também conseguir realizar a fotossíntese e produzir seu próprio alimento, esse organismo vivo sempre consegue uma desculpa para engolir uma potencial refeição que estiver passando por perto.

4. Rato-toupeira-pelado

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Não é exatamente calvície, mas o rato-toupeira-pelado não é uma espécie de animal com grande riqueza capilar. Essa criatura nativa da África do Sul chama atenção pelo seu corpo completamente sem pelos e pode ser vista como "fofinha" por algumas pessoas.

Porém, saiba que eles não são nada fofos. Com seus potentes dentes, esses roedores escavam túneis pelo subsolo devorando os tubérculos das plantas, que são as partes onde elas armazenam energia para sobreviver.

5. Peixe-tigre-golias

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Você já imaginou cruzar com um peixe com dentes do mesmo tamanho dos de um tubarão-branco? Esse é o caso do peixe-tigre-golias, que pode ultrapassar o tamanho de um homem adulto. Esse animal colossal é nativo do Rio Congo e é o equivalente ao que conhecemos como piranhas, só que ainda maior.

Se tudo isso não fosse assustador o suficiente, esses peixes caçam em grupos e são conhecidos por serem capazes de pular e pegar pássaros voando.

6. Mariposa-Poodle

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A mariposa-poodle é o mais perto de um Pokémon que você encontrará nessa lista e prova como a evolução pode gerar criaturas completamente peculiares e estranhas. Esse inseto foi descoberto na Venezuela em 2009 e desde então vem chamando a atenção de pesquisadores pelo seu formato.

Essa mariposa possui seis patas peludas, quatro asas e um par de antenas que mais se parecem com uma escova. Apesar da aparência assustadora, a mariposa-poodle não oferece nenhum tipo de perigo. Sua dieta é composta por néctar, plantas herbáceas, sucos de frutas e nutrientes encontrados nas fezes de animais. 


Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.