Seja o primeiro a compartilhar

6 fatos sobre os abutres, as impressionantes aves carniceiras

Os abutres realmente são aves espetaculares. Porém, eles normalmente são vistos pelas pessoas com uma representação negativa, trazendo apenas lembranças de sujeira e podridão. Mesmo assim, aprender a admirá-los é mais uma forma que nós temos de apreciar o mundo a nossa volta e todas as criaturas magníficas que dividem esse espaço conosco.

E você? O quanto sabe sobre essas enormes aves? Para que você possa virar um expert no assunto, nós separamos seis fatos curiosos sobre os abutres que você provavelmente não conhecia. Veja só!

1. Características físicas

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Os abutres são aves com cabeça relativamente careca, com o pescoço sem penas também. Dessa forma, quando eles se alimentam de carcaças em decomposição, bactérias e outros parasitas, não conseguem contaminar suas penas com tanta facilidade e causar infecções.

Isso permite que eles permaneçam saudáveis enquanto fazem refeições que dificilmente outros animais conseguiriam fazer sem serem infectados. 

2. Garras fracas

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Uma característica comum entre os abutres é ter pernas e pés relativamente fracos com garras cegas. Por mais que seus bicos sejam afiados e poderosos, isso pode trazer algumas dificuldades na hora de se alimentar. Por exemplo, se eles não conseguirem abrir a carcaça de um animal morto com facilidade, eles esperarão outro predador fazer o trabalho sujo primeiro.

Por esse motivo, os abutres são vistos como animais carniceiros, assim como as hienas, os coiotes e as águias. Tudo é uma questão de oportunidade, não é mesmo?

3. Aves silenciosas

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Os urubus, também chamados de "abutres do Novo Mundo", não possuem siringe — o órgão responsável pela produção e emissão de sons das aves. Por esse motivo, são vistos como aves praticamente silenciosas.

Dificilmente você verá um urubu cantando. Seus sons são limitados a grunhidos, assobios, batidas de bico e outros barulhos do tipo que só podem ser reproduzidos por meio de cordas vocais complexas.

4. Papel ecológico

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Quase que por exclusividade, os abutres são animais carnívoros e se alimentam de carniça. Isso significa que esse é o único tipo de alimento que eles conseguem digerir? Muito pelo contrário. Apesar de preferirem carne fresca, essas aves possuem uma impressionante capacidade de garimpar comida.

Quando estão com muita fome, os abutres podem comer carcaças tão podres que a carne seria tóxica para outros animais. Isso dá aos abutres um papel ecológico único e importante, pois ajudam a impedir a propagação de doenças de cadáveres em decomposição. 

5. Mitologia sobre os abutres

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

É um mito que os abutres circulam animais moribundos esperando para se alimentar. Por serem exímios voadores, eles costumam circular em colunas de ar ascendente para procurar comida, mas não são videntes o suficiente para conseguir identificar quando outro animal está prestes a morrer.

A identificação de uma carcaça acontece através do cheiro, visão ou som de outros pássaros se alimentando. Ao notar uma presa iminente, eles logo se aproximam para devorar o alimento antes que outro predador faça seu banquete.

6. Perseguição na agropecuária

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Outra mentira contada sobre os abutres é que eles costumam caçar gado saudável para se alimentar, o que faz com que muitos fazendeiros realizem caça predatória por medo de ter seus rebanhos atacados. Na realidade, essas aves não são uma real ameaça para a propriedade dos pecuaristas.

O que pode acontecer é os abutres atacarem gado morto, placenta ou animais natimortos em rebanhos reprodutores. Mesmo assim, esses casos são bastante raros e não costumam acontecer em qualquer lugar.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.