Seja o primeiro a compartilhar

8 curiosidades impressionantes sobre a borboleta-monarca

Uma das borboletas mais conhecidas e estudadas no mundo, a borboleta-monarca possui asas laranjas com linhas pretas e pontos brancos, e é nativa da América do Norte e do Sul, chegando a povoar, também, parte da Europa e da Oceania.

As monarcas fêmeas costumam colocar entre 300 e 500 ovos em um período de duas a cinco semanas. Como as lagartas comem somente plantas conhecidas como asclépias, os ovos são colocados em suas folhas. Após uma ou duas semanas, as lagartas se transformam em borboletas monarcas adultas, cujo nome científico é Danaus plexippus. Conheça aqui outras 8 impressionantes curiosidades sobre a borboleta-monarca.

1. A metamorfose é guiada pela estação do ano

(Fonte: Quang Nguyen Vinh/Reprodução)(Fonte: Quang Nguyen Vinh/Reprodução)

O ciclo de vida destas borboletas é fascinante e o processo de metamorfose varia de acordo com a estação do ano. Na primavera ou início do verão, a reprodução se dá em poucos dias; porém, quando nascem ao final do verão ou no outono, elas começam sua jornada em busca de migrar para climas mais quentes.

2. Ela assa por longas jornadas de migração

(Fonte: Alex Guillaume/Reprodução)(Fonte: Alex Guillaume/Reprodução)

Para encontrar climas mais quentes antes da chegada do inverno, monarcas abandonam seus locais de reprodução, geralmente no norte dos Estados Unidos e do Canadá, e seguem rumo ao México, migrando por mais de 4.000 km.

3. O Sol é uma das formas de direcioná-la

(Fonte: Jack T/Reprodução)(Fonte: Jack T/Reprodução)

A sua migração pode durar até quatro ou cinco gerações antes que retornem ao Norte e o Sol é um dos principais responsáveis por ajudá-las em suas jornadas. Além disso, as borboletas-monarcas usam o campo magnético da Terra como espécie de bússola para navegar melhor em dias nublados.

4. Seu padrão de asa distingue seu gênero

(Fonte: Chris Chow/Reprodução)(Fonte: Chris Chow/Reprodução)

As asas das borboletas-monarcas são um espetáculo por si só, mas você sabia que é possível distinguir fêmeas de machos somente pelo padrão delas? E é simples! Basta procurar por duas manchas escuras nas asas posteriores para diferenciá-las, pois os machos apresentam essas marcas, mas as fêmeas não.

5. Suas asas batem em ritmo lento

(Fonte: Leonardo Jarro/Reprodução)(Fonte: Leonardo Jarro/Reprodução)

As curiosidades das asas destas borboletas vão além da distinção de sexo. Enquanto borboletas, no geral, costumam bater as asas cerca de 20 vezes por segundo, a borboleta-monarca bate suas asas em um ritmo mais lento, de 5 a 12 vezes por segundo.

6. Ela é venenosa

(Fonte: Cassidy Muir/Reprodução)(Fonte: Cassidy Muir/Reprodução)

Inofensiva, mas nem tanto. As borboletas-monarcas são venenosas e a sua dieta é a principal responsável. Elas se alimentam de asclépias, que contêm uma seiva leitosa e geralmente compostos tóxicos que permanecem em seus sistemas.

7. Suas asas são sua maior defesa

(Fonte: Joshua J. Cotten/Reprodução)(Fonte: Joshua J. Cotten/Reprodução)

A dieta destas borboletas torna suas asas mais brilhantes, indicando aos predadores que elas são venenosas e transformando, portanto, suas asas em seu maior mecanismo de defesa.

8. Elas sofrem com ameaça de extinção

(Fonte: Gayatri Malhotra/Reprodução)(Fonte: Gayatri Malhotra/Reprodução)

A remoção de asclépias dos campos está comprometendo a dieta delas. As mudanças climáticas também são um fator agravante para a extinção da borboleta-monarca.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.