Seja o primeiro a compartilhar

Como uma flecha ajudou a entender a migração dos pássaros?

Nos tempos modernos, é comum em alguns lugares do mundo observar o movimento dos pássaros e saber que, quando o inverno vai se aproximando, esses animais voam em busca de regiões mais quentes. Porém, isso não era tão previsível no passado, fazendo com que a migração fosse um grande mistério.

Homero, o escritor grego, e Plínio, o Velho, um naturalista romano, costumavam dizer que grous (uma espécie de pássaro que lembra em muito uma cegonha) voavam para o sul no inverno com o intuito de lutar contra os pigmeus da África. Estes, por sua vez, perseguiam os pássaros com flechas e lanças.

O que muitos não sabiam é que os dois homens, ainda que contando fábulas em seus tempos, não estavam totalmente errados.

Entendendo a migração

Muitos séculos se passaram desde que a humanidade começou a ouvir essas histórias envolvendo a fuga dos pássaros para outras regiões no inverno. Entretanto, foi só em 1822 que tudo realmente se tornou compreensível.

Pássaro que retornou da África com uma lança foi taxidermizado para que as gerações atuais possam analisá-lo. (Fonte: Mdig/Reprodução)Pássaro que retornou da África com uma lança foi taxidermizado para que as gerações atuais possam analisá-lo. (Fonte: Mdig/Reprodução)

No ano em questão, na Alemanha, uma cegonha-branca gravemente feriada foi encontrada perto de uma aldeia conhecida como Klütz. Ela trazia em seu pescoço uma flecha que media cerca de 75 centímetros e alguns exames revelaram que elas eram idênticas às que eram utilizadas por caçadores na África Central.

Dessa forma, os pesquisadores concluíram que, de fato, esses pássaros realmente chegavam até a África no período de inverno no Hemisfério Norte. Assim, ficou comprovado de uma vez por todas qual era o movimento migratório feito por eles durante as estações, bem como o fato de que Homero e Plínio estavam corretos com suas histórias no passado.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.