Seja o primeiro a compartilhar

Por que algumas pessoas adoram cheiro de gasolina?

O olfato é um sentido curioso, já que ele permite sensações bem variadas para cada um de nós. Há pessoas, por exemplo, que amam cheiro de peixe exposto em feiras livres e outras que tampam o nariz só de passar perto dessas barracas, além daquelas que se sentem totalmente atraídas com o odor exalado pela gasolina.

Você está neste grupo? Então saiba que a ciência tem uma explicação para o motivo de algumas pessoas gostarem tanto do cheiro desse combustível.

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

O que forma o cheiro da gasolina?

Carl Engelking, editor do site Discover, publicou um artigo explicando alguns aspectos associados à gasolina, a começar pelo uso do benzeno em sua composição. Esse é um composto facilmente identificável pelo nosso olfato, e o fato de possuir um cheiro adocicado faz com que praticamente todos os narizes consigam percebê-lo.

Em seu artigo, Engelking explica que o benzeno era um produto bastante usado em loções pós-barba e produtos de higiene feminina, além de aparecer na composição do café descafeinado entre o final do século XIX e no início do século XX. Entretanto, foram abolidos pouco tempo depois pelo fato do composto ser um produto cancerígeno.

Com isso é mente, é importante saber que, por mais que você goste do cheiro do benzeno, é importante evitar aproximações frequentes a esse composto para não ter problemas de saúde.

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

O segredo do sucesso: a nostalgia

Agora que você já sabe o motivo do benzeno ter um cheiro tão característico, a pergunta que não quer calar é: por que tanta gente se sente atraída pelo cheiro de gasolina? A resposta, segundo a ciência, pode ser a nostalgia.

Nosso cérebro tem a capacidade de armazenar informações que podem ativar alguns gatilhos mentais, como o cheiro do pernil na noite de Natal ou da sua mãe ao passar um perfume antes de levar você para a escola.

O primeiro ponto importante em toda essa equação é que o tálamo (uma região do cérebro) coordena as funções de transmitir informações para os principais sistemas sensitivos (é por causa dele, por exemplo, que você consegue lembrar o gosto do primeiro sorvete que dividiu com a pessoa amada). Porém, o olfato ignora completamente o tálamo e traz respostas praticamente imediatas.

(Fonte: GettyImages)(Fonte: GettyImages)

Dessa forma, para uma pessoa o cheiro da gasolina pode estar diretamente ligado à alegria de fazer uma viagem em família e passar pelo posto para encher o tanque antes de pegar a estrada. Com isso, o odor do combustível envia uma mensagem quase que instantânea para o cérebro indicando que aquela situação vai lhe trazer algo prazeroso.

Já a outra teoria está no fato de que o benzeno possui um efeito supressor sobre o sistema nervoso, provocando uma sensação temporária de euforia que é equivalente ao prazer que algumas pessoas têm com bebidas alcoólicas, por exemplo.

"Outra teoria se concentra mais no efeito físico que o benzeno tem nos receptores nervosos que detectam o cheiro. O benzeno e outros hidrocarbonetos, quando inalados, têm um efeito supressor sobre o sistema nervoso, o que resulta em uma sensação temporária de euforia. Produz uma sensação prazerosa que não é diferente do álcool ou de uma série de outras drogas", explica Engelking em seu artigo.

Seja por um ponto ou outro, o fato é que certamente o seu fascínio pelo cheiro da gasolina está associado a um momento alegre da infância. Caso consiga encontrá-lo, certamente terá a explicação para essa conexão.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.