Seja o primeiro a compartilhar

O mistério dos atuns: por que eles nunca param de nadar?

Se tivéssemos que nomear uma espécie icônica dos mares, o atum certamente estaria no topo da lista. Este incrível peixe é um dos maiores e mais valiosos do mundo, mas sua notoriedade não é apenas devido ao seu tamanho impressionante. O atum é famoso por sua capacidade de nadar a velocidades incríveis e por suas jornadas de migração extraordinárias. Mas o que poucos sabem é que sua natação constante é vital para sua sobrevivência.

Gigantes dos mares

O peixe pode chegar a tamanhos impressionantes. (Fonte: Getty Images/Reprodução)O peixe pode chegar a tamanhos impressionantes. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Os atuns são verdadeiros gigantes dos mares, com adultos podendo atingir mais de 4 metros de comprimento e pesar mais de 600 quilos, superando até mesmo o peso de um cavalo. Sua grandeza é apenas uma das características que os tornam tão notáveis.

Velocidade espantosa

Os atuns podem nadar a mais de 100 km/h. (Fonte: Getty Images/Reprodução)Os atuns podem nadar a mais de 100 km/h. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Os atuns são sinônimos de velocidade. Em situações normais, nadam a uma velocidade de 2,8 a 7,4 km por hora, mas quando estão em perseguição de presas ou evitando predadores, sua velocidade pode superar 100 km por hora. Aliás, o nome "atum" vem de uma palavra grega que significa "apressar", o que é uma referência direta à sua incrível velocidade.

Mestres da migração

Os atuns podem nadar grandes distâncias. (Fonte: Getty Images/Reprodução)Os atuns podem nadar grandes distâncias. (Fonte: Getty Images/Reprodução)

Os atuns não são apenas rápidos; eles também são campeões de migração de longa distância. Podem ser encontrados em ambos os lados do Oceano Atlântico Norte, percorrendo muitos quilômetros em busca de presas. Suas viagens incluem travessias transatlânticas que podem ser concluídas em menos de 60 dias.

Peixes de sangue "quente"

Enquanto muitos peixes têm sangue frio, o atum é uma exceção. Seu sistema de circulação especializado permite que ele retenha até 95% do calor gerado pelos músculos, tornando-o um peixe de sangue quente. Contudo, isso não significa que sua temperatura corporal seja tão constante quanto a dos mamíferos de sangue quente, como os seres humanos. Na verdade, eles têm uma capacidade limitada de reter o calor, o que lhes permite manter uma temperatura corporal ligeiramente mais alta do que a água circundante.

Constantemente em movimento

Uma característica notável dos indivíduos da espécie é que eles devem nadar continuamente para sobreviver. Ao contrário de muitos outros peixes que podem bombear água pelas brânquias, os atuns forçam a água sobre as guelras ao nadar com a boca aberta. Isso significa que precisam permanecer em movimento constante; caso contrário, enfrentam o risco de sufocação.

O atum é verdadeiramente uma maravilha da natureza. Sua velocidade, tamanho e habilidades de natação o tornam um dos predadores mais formidáveis dos oceanos. No entanto, a necessidade de nadar constantemente para respirar destaca quão intrincada é a sua adaptação ao ambiente marinho.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.