'E viveram felizes até o divórcio'. Confira 5 casos bizarros de separação
170
Compartilhamentos

'E viveram felizes até o divórcio'. Confira 5 casos bizarros de separação

Último Vídeo

Nem toda história de amor é seguida de um “e viveram felizes para sempre”. Amor acaba, paixão vai embora e relacionamentos terminam. Nesses casos, o ideal é conversar com seu parceiro e decidir se o melhor a fazer é buscar mais uma forma de sustentar a relação ou simplesmente romper com ela. Quando o caso envolve divórcio ou separação, nem sempre as reações são boas. Confira a seguir alguns exemplos de pessoas que não regiram bem ao final do casamento:

1 – Presentinho

Fonte da imagem: Reprodução/Oddee

Dany Lariviere, prefeito da pequena cidade de Saint-Théodore-d’Acton, em Quebec, no Canadá, enviou um presente de aniversário diferente à sua ex-esposa: nada mais nada menos que uma imensa pedra de 20 toneladas, com direito a laço cor-de-rosa.

Isabelle Prevost recebeu a “lembrancinha” um ano após o fim do casamento, que durou dez. A pedra tinha uma mensagem: “feliz aniversário, Isa”. Quando precisou explicar o ocorrido, Lariviere disse que a esposa sempre quis uma pedra daquele tamanho – a desculpa não colou e a população não gostou da “brincadeirinha”. A pedra foi removida pelo próprio prefeito. Que trabalheira, hein!

2 – 101 usos para um vestido de casamento

Fonte da imagem: Reprodução/Amazon

Kevin Cotter. Esse é o nome de um homem que tem boas ideias e que sabe como se tornar um fenômeno da internet e até mesmo publicar um livro quando está na pior. Se você costuma chorar depois de levar um fora, talvez esteja na hora de aprender um pouco com ele.

Tudo começou quando sua ex-mulher saiu de casa, levou tudo o que era dela e disse que nunca mais voltaria. A única coisa que ela deixou, porém, foi seu vestido de noiva, que ele ainda tentou devolver para ela. A resposta não foi muito simpática. Quando Cotter quis devolver o vestido, a mulher disse que não queria a peça de volta e que o ex-marido poderia fazer o que quisesse com aquilo.

Fonte da imagem: Reprodução/Amazon

Depois de alguns meses na pior e com aquele “faça o que quiser com esse vestido” na cabeça, Cotter resolveu criar uma página na internet, na qual começou a publicar fotos que ilustravam 101 coisas para se fazer com o vestido de noiva da sua ex-mulher. A página fez tanto sucesso que ele virou um fenômeno da internet e já até lançou um livro sobre isso.

Entre as utilidades para o vestido estão: lenço de nariz, toalha de banho, fio dental, cama de cachorro, pano de tirar pó, filtro de café, saco de Papai Noel, toalha de piquenique e por aí vai. A ex-mulher de Cotter não ficou nada feliz com o desfecho de seu casamento. Mulheres, na dúvida, levem seus vestidos.

3 – Cheirinho de banho

Fonte da imagem: Reprodução/Oddee

Olha o Canadá de novo. Dessa vez Rene Daniel, um homem de 64 anos, foi o centro das atenções depois de escolher uma maneira fétida de se vingar de sua ex-mulher. Os dois já estavam em processo de separação, mas, quando Daniel recebeu a papelada do divórcio, sua primeira reação foi encher a banheira do quarto da sua ex-mulher com água quente e estrume.

O homem foi preso pela polícia quando estava indo embora do local. Com ele, vestígios de esterco, que não o deixariam negar os fatos.

4 – A briga de casal que virou filme

Fonte da imagem: Reprodução/NYDailyNews

Talvez você nem saiba que este filme existe, mas “A Guerra dos Roses”, estrelado por Michael Douglas e Kathleen Turner, conta uma história real, vivida por Simon e Chana Taub. Os dois tinham brigas tão feias que Chana chegou a expulsar o marido de casa; ele, por sua vez, conseguiu autorização judicial para voltar ao seu lar, desde que fosse construída uma parede para dividir a casa ao meio.

“E por que não se separam?”, você pergunta. Aí é que está: eles se separam, sim, mas nenhum dos dois dá o braço a torcer quando o assunto é sair de casa.

A mansão, que tem três andares, foi dividida da seguinte forma: ela ficou com o andar de cima e com metade do segundo andar; ele ficou com o térreo e com a outra metade do segundo andar. A tal parede foi construída no segundo andar, que era a única área que na qual os dois “coabitam”. A situação continua a mesma até hoje. Se puder, assista ao filme.

5 – Meio a meio

Fonte da imagem: Reprodução/Oddee

Branko Zivkov, um fazendeiro sérvio de 76 anos, levou a sério demais o conceito de “divisão de bens” e, com a ajuda de um amolador, cortou tudo o que tinha ao meio depois que ele foi ordenado a dividir seus pertences com sua ex-mulher Vukadinka. Os dois foram casados por 45 anos. A coisa deve ter sido feia, hein...

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.