Saiba mais sobre o triceratope, o famoso dinossauro de três chifres
23
Compartilhamentos

Saiba mais sobre o triceratope, o famoso dinossauro de três chifres

Último Vídeo

O triceratope é talvez um dos dinossauros mais famosos entre todos os “terríveis lagartos”. Sua aparência característica – com três chifres e uma grande placa óssea na parte de trás da cabeça – faz dele um animal inconfundível, sempre presente em filmes, livros, quadrinhos e outros meios que retratam esses animais. Conheça agora diversos fatos curiosos sobre os triceratopes:

O significado do nome “triceratope” é bastante simples: rosto com três chifres. Vem diretamente do grego, no qual tri significa três, kéras é chifre e ops, rosto. As duas espécies conhecidas desse animal são a Triceratops horridus e a Triceratops prorsus, porém, alguns estudos consideram que a primeira teria evoluído para a segunda.

O triceratope viveu onde hoje é o continente norte-americano e delimitou-se apenas a essa região, pois os continentes já haviam se separado, desfazendo o bloco chamado Pangeia. A grande maioria dos vestígios fósseis desse dinossauro foi encontrada na chamada Hell Creek Formation, que abrange os estados americanos de Montada, Dakota do Norte, Dakota do Sul e Wyoming. Mais de 50 crânios desse animal já foram encontrados lá.

O primeiro fóssil de triceratope foi descoberto em 1887 e, à primeira vista, pensou-se que se tratava da ossada de um bisão. Nenhum fóssil completo foi descoberto até hoje, apenas partes diversas de uma diversidade de indivíduos, incluindo filhotes.

Ele foi um dos últimos dinossauros que pisou na Terra, pois viveu no final do período Cretáceo, que terminou na famosa extinção do Cretáceo-Paleogeno, na qual se supõe que um meteoro tenha atingido a Península de Iucatã e acabado com mais de 75% das espécies de seres vivos do mundo. Com esse dado, dá para saber que ele conviveu com dinossauros como o tiranossauro (um de seus maiores predadores), o pteranodonte e o parassaurolofo. Já animais como o estegossauro, o braquiossauro e o velociraptor não chegaram sequer a viver na mesma época que o nosso amigo de três chifres.

Alguns estudos mais recentes estão considerando que outros dinossauros da família do triceratope, mais especificamente o torossauro e o nedoceratope, sejam todos, na verdade, o mesmo animal, mas em estágios de vida diferentes. Explico: esses outros dois animais diferenciam-se do triceratope por possuírem um colar ósseo maior e com fissuras.

Um deles apresenta fissuras ainda maiores, o que fez com que alguns pesquisadores entendessem que eles poderiam ser o mesmo animal: o triceratope sendo um indivíduo jovem; o nedoceratope, um animal adulto; e o torossauro seria um mais velho. A única coisa que poderia esclarecer essa dúvida seria a descoberta de mais fósseis desses dois dinossauros, visto que apenas um único exemplar de nedoceratope foi encontrado até hoje.

O triceratope tinha o tamanho próximo de um elefante africano, chegando a 9 metros de comprimento e pesando entre 5 e 8 toneladas. Sua cabeça era enorme, representando quase um terço do tamanho total do bicho, podendo chegar a 2,5 metros de comprimento. Seus chifres maiores, os que surgiam acima dos olhos, chegavam a ter 1 metro de comprimento.

Os chifres e o colar ósseo, a placa que possuíam atrás da cabeça, serviam para defesa contra predadores, visto que esses animais eram herbívoros, e provavelmente para lutas entre indivíduos da mesma espécie e para demostrarem pompa e força para as fêmeas. Seu maior predador, o tiranossauro, passava maus bocados quando resolvia enfrentar esses enormes chifres afiados.

Os triceratopes eram herbívoros, alimentando-se principalmente de samambaias, palmeiras e cicadáceas, muito usadas hoje em dia no paisagismo. A parte frontal de sua boca era em forma de bico, que tinha a provável função de agarrar e arrancar partes mais firmes de vegetais. Eles também podiam usar os chifres para alcançar vegetações mais altas e puxá-las até onde poderiam comê-las. Vale ressaltar também que um triceratope possuía nada menos que cerca de 800 dentes na boca!

Acreditava-se que os triceratopes eram animais solitários. Porém, cientistas descobriram em 2009 um conjunto de ossos com indivíduos jovens e adultos, o que pode ser uma indicação de que caminhavam em bandos como um rebanho.

.....

Agora você já sabe muito mais sobre esse dinossauro diferente de todos os outros. Conhece alguma outra curiosidade sobre ele? Coloque aí nos comentários!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.