Seja o primeiro a compartilhar

Mapas mentais: aprenda a estudar de uma maneira mais eficiente

Neste artigo, trouxemos algumas táticas que podem melhorar a sua performance nos estudos, entre elas a tática dos mapas mentais. Hoje, vamos nos aprofundar um pouco mais nessa ideia específica, que pode te ajudar – e muito – a melhorar suas notas na escola.

Normalmente, o aprendizado é feito através da oralidade ou da leitura. Ouvir ou ler as palavras é diferente de visualizar algo mais “concreto” do que apenas as letrinhas. O conceito de mapa mental sabe que toda palavra remete a vários outros conceitos que não necessariamente àquele original.

Quando você ouve “escola”, o que te vem à mente? Aula, professor, colegas, recreio, merendo, português, matemática, horário, disciplina, uniforme... O número de associações é praticamente infinito! E a gente faz isso o tempo todo de maneira instantânea. Por que não aplicarmos, então, essas associações no aprendizado?

Mapa mentalCrie associações de ideias

Conceito principal no centro

Claro que essas associações existem mesmo que você não saiba: para aprender a multiplicação e a divisão, primeiro você passa por conceitos de adição e subtração. Essas associações são naturais, mas podem ser extrapoladas ao máximo na hora de estudarmos algo que ainda não sabemos nada.

A técnica principal do mapa mental é colocar o conceito principal no centro e fazer associações visuais para isso. Para começar a treinar seu cérebro, você pode fazer um mapa físico: durante o estudo, escreva no meio da página o conceito principal da matéria estuda. Depois, vá colocando informações em volta, de preferência em outras cores, conforme a importância dessas explicações.

Usando um exemplo bem esdrúxulo: vocês se lembram da apresentação de PowerPoint que a Operação Lava Jato apresentou sobre o Lula? Aquilo lá é um ótimo exercício de treinamento. O tema principal – e portanto central – é o nome do ex-presidente. Depois, em volta, os investigadores foram colocando informações secundárias que os ajudavam organizar as explicações para a imprensa.

PowerPoint LulaDiagrama ajuda a organizar as ideias

Ampliando a técnica

Você pode aplicar algo parecido para diferentes matérias, sempre focando em algo principal e conceitos menores em volta. Nessa hora, desenhe retângulos, círculos, triângulos e cores: na hora da prova, você vai se recordar mais facilmente dessa imagem visual, sabendo que determinada informação estava no canto superior direito de seu diagrama, escrito em azul e circulado em vermelho. Ao dar uma “cara” para esses conteúdos, fica mais fácil memorizá-los.

Aos poucos, os mapas mentais vão acabar se tornando mais naturais dentro de sua cabeça e o uso de ferramentas físicas poderá ser abandonado. Seu cérebro começará a ficar treinado para estudar por associações e criará essas redes naturalmente!

Se você já fez colas, provavelmente você aplicou conceitos semelhantes de associações e mapas mentais. Quantas vezes você não se lembrou exatamente o conteúdo da cola e a localização das principais informações sem nem sequer usá-la? Transforme isso em algo maior e o resultado vai te surpreender!

Mapa mentalCom o tempo, sua criatividade vai ampliar ainda mais os mapas mentais

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.