19 fatos “bombásticos” relacionados com artefatos e explosões atômicas
71
Compartilhamentos

19 fatos “bombásticos” relacionados com artefatos e explosões atômicas

Último Vídeo

1 – As cidades de Hiroshima e Nagasaki não são mais radioativas — e isso se deve ao fato de as bombas lançadas sobre terem sido detonadas antes de tocar o solo.

2 – E falando nessas bombas, originalmente, os norte-americanos pretendiam lançar uma delas sobre o município de Kokura em vez de Nagasaki.

3 – Um sobrevivente da explosão da bomba de Hiroshima viajou até os EUA no ano de 1951 e venceu a Maratona de Boston.

Shigeki Tanaka Shigeki Tanaka, o sobrevivente maratonista (Reddit)

4 – Também teve um Bonsai que foi plantado em 1626 e que sobreviveu à explosão em Hiroshima. A árvore centenária foi enviada a um museu norte-americano e continua vivendo na instituição até hoje.

5 – Ainda sobre Hiroshima, segundo os cálculos dos cientistas, as temperaturas atingidas durante a explosão da bomba chegaram a 300 mil graus Célsius — temperatura 300 vezes mais alta do que a usada na cremação de corpos humanos.

6 – E isso que essa assustadora explosão foi provocada por uma quantidade de matéria que pesava aproximadamente o mesmo que um clipe de metal.

Explosão atômica de HiroshimaFoi feio... (Atomic Heritage Foundation)

7 – Pelo menos uma dúzia de norte-americanos morreu durante a explosão atômica em Hiroshima, mas esse incidente só foi reconhecido pelo Governo dos EUA nos anos 70.

8 – Apesar de ser um dedicado pacifista, Albert Einstein chegou a escrever uma carta ao Presidente Roosevelt na qual pedia que ele priorizasse o desenvolvimento de uma bomba atômica antes que os nazistas conseguissem produzir uma.

9 – Nos anos 50, os testes com bombas nucleares realizados em Nevada — não muito longe da cidade de Las Vegas — se tornaram uma popular atração turística.

Miss Bomba AtômicaReparou no modelito? (Popular Mechanics/Las Vegas News Bureau)

10 – Já que estamos no assunto de Las Vegas, sabia que na década de 50 a cidade corou uma Miss Bomba Atômica?

11 – Durante a Guerra Fria, os norte-americanos consideraram seriamente a possibilidade de detonar uma bomba atômica na Lua com o objetivo de demonstrar sua superioridade militar.

12 – Existe uma bomba nuclear “perdida” em algum lugar no litoral da Geórgia, nos EUA.

Artefatos nuclearesPode isso? (Activist Post)

13 – Aliás, durante a Guerra Fria, os militares norte-americanos “perderam” pelo menos oito bombas nucleares.

14 – Em 1962, os EUA explodiram uma bomba de hidrogênio no espaço que era 100 vezes mais potente do que a bomba de Hiroshima.

15 – No total, desde 1945, mais de 2,4 mil bombas nucleares já foram detonadas no mundo.

16 – No entanto, a bomba mais poderosa já detonada na história, a Tsar Bomba, era 1,4 mil vezes mais potente do que as bombas de Hiroshima e Nagasaki juntas.

Tsar BombaDescomunal (Military History Now)

17 – A Rússia é o país com o maior arsenal nuclear do mundo — composto por mais de 8,4 mil armas.

18 – Julius Robert Oppenheimer, o físico norte-americano que é considerado o “pai da bomba atômica”, tentou matar um de seus professores da universidade com uma maçã envenenada.

19 – Existe um museu dedicado às bombas atômicas no Novo México que fica no local onde o primeiro artefato nuclear foi detonado. A instituição abre por apenas 12 horas por ano.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.