Estudantes desenvolvem próteses de mãos feitas em impressora 3D

Estudantes desenvolvem próteses de mãos feitas em impressora 3D

Último Vídeo

Com o uso de impressoras 3D cada vez mais difundido, a inteligência humana aliada à solidariedade já é capaz de utilizar a ferramenta para o bem de várias formas, como para ajudar na sustentabilidade ou mesmo desenvolver ações sociais capazes de mudar a vida das pessoas.

Fonte: RPC/ Reprodução: G1

Pesando nisso, um grupo de voluntários de Curitiba que faz parte da Associação Dar a Mão desenvolveu um projeto solidário que consiste na impressão e confecção de próteses de mãos personalizadas para doação. A ideia surgiu da necessidade vivenciada pela mãe Geane Poteriko, que acompanha desde cedo as necessidades e dificuldades de sua filha que, por conta de uma doença rara, nasceu sem uma das mãos.

Fonte: RPC/ Reprodução: G1

Distribuindo alegria

Em três anos de existência, o projeto já doou centenas de próteses e contribuiu em diversas histórias felizes, como a de uma jovem de seis anos, filha de Joedina Pacheco, que recebeu uma das doações em uma ação realizada em Curitiba, no mês de outubro, por alunos e professores voluntários da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR). Segundo ela, ver a alegria da filha em poder segurar um copo com a mão esquerda é algo realmente gratificante.

As próteses entregues para pessoas de diferentes estados do Brasil são personalizadas de acordo com a extensão do braço de cada usuário e devidamente adaptadas para acompanhar os movimentos do cotovelo, garantindo a função de abrir e fechar das mãos. Segundo a idealizadora do projeto, essa ação solidária reforça a capacidade das pessoas ajudarem as outras e mudarem algo em suas vidas, assim como aconteceu com sua família.

“É uma emoção muito grande saber que, a partir da história da minha filha, uma coisa muito boa nasceu", completou Geane.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.