Banhistas comemoram fim da quarentena pulando em lago tóxico

Banhistas comemoram fim da quarentena pulando em lago tóxico

Último Vídeo

Um grupo de pessoas invadiu uma propriedade privada em Chinnor, na Inglaterra, durante o último final de semana de Maio para comemorar o fim da quarentena por causa do novo coronavírus no país. Além de desrespeitarem as recomendações do governo inglês de distanciamento social, as famílias e os adolescentes que se reuniram no local pularam nas perigosas águas da lagoa.

A "Lagoa Azul" ou "Riviera de Chinnor", como é batizada, contém uma placa em sua entrada com os dizeres "Não entre na água. Índices de pH elevados". Mesmo assim, a água azul turquesa da pedreira vem reunindo muitas pessoas desde que os ingleses foram liberados às ruas.

Os "covidiotas" de Chinnor

(Fonte: Reprodução/Facebook)(Fonte: Reprodução/Facebook)

O mergulho arriscado no lago de Chinnor rendeu aos banhistas o apelido de "covidiotas" na internet. Tudo isso porque, apesar da beleza natural do local, o lago tem uma grande quantidade de substâncias alcalinas que podem oferecer grandes riscos à saúde.

Para se ter uma ideia, um mergulho nas águas da Riviera de Chinnor seria a mesma coisa que tomar um banho de amônia. Com pH de 11,5, esse composto químico tem acidez muito semelhante aos 11,3 da Lagoa Azul.

As autoridades locais têm recebido inúmeras reclamações dos habitantes da região pelo caos que o lago tem-se tornado. Os moradores da região tentaram realizar um bloqueio das vias até a pedreira — onde os jovens também têm utilizado o espaço para fazer raves ilegais.

Os habitantes de Chinnor também têm reclamado do alto barulho e da quantidade de lixo gerado pelos visitantes, que costumam ficar embriagados antes de pular da grande altura. Os problemas fizeram com que a associação de moradores contrata-se uma equipe de seguranças privados com cachorros para patrulhar a área.

Riscos à saúde

(Fonte: Reprodução/Facebook)(Fonte: Reprodução/Facebook)

Ao quebrarem as recomendações de distanciamento social para visitar o lago em Chinnor, os banhistas não só estão arriscando que a epidemia da covid-19 volte à região, mas também estão expondo seus corpos a uma série de complicações à saúde. O pH elevado da água pode gerar sintomas como: 

  • irritação dos olhos e da pele;
  • problemas estomacais;
  • infecções por fungos (micoses);
  • erupções cutâneas de todos os tipos.

Com situação parecida, um outro lago próximo à cidade de Buxton, também na Inglaterra, foi tingido de preto na esperança de manter os turistas afastados do local.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.