Já pensou poder deitar e dormir no avião mesmo na classe econômica?

Já pensou poder deitar e dormir no avião mesmo na classe econômica?

Último Vídeo

Todo mundo que já viajou de avião — mas não é rico o bastante para pagar por aquelas cabines de primeira classe super espaçosas — sabe que as poltronas nas aeronaves são cada vez mais apertadas e reclinam cada vez menos. O objetivo é fazer caber mais gente em um mesmo voo e economizar em combustível, aumentando os lucros. Esse vídeo, da rede americana CNBC, faz uma análise sobre isso, diga-se de passagem:

Em uma viagem curta, isso não é um grande problema... Mas quem nunca ficou exausto após um trajeto mais longa de avião, sem poder dormir naquelas cadeiras duras e retas?

O melhor dos dois mundos

Pensando nisso, uma startup americana chamada Zephyr Aerospace criou um projeto muito interessante, para trazer mais conforto às pessoas que não tem grana para bancar uma cabine de primeira classe. Isso sem levar uma quantidade muito menor de pessoas por voo (e sem sacrificar os lucros das companhias aéreas). 

A solução? Colocar um passageiro em cima do outro. Literalmente. 

Fonte: Zephyr AerospaceFonte: Zephyr Aerospace

Fonte: Zephyr AerospaceFonte: Zephyr Aerospace

Fonte: Zephyr AerospaceFonte: Zephyr Aerospace

Os assentos projetados pela Zephyr são dispostos em dois andares e cada módulo aproveita o máximo do espaço disponível para que as pessoas possam esticar um pouco as pernas. Elas se deitam na diagonal, de modo que as pernas do passageiro de trás ficam no espaço onde a pessoa da frente tem uma mesinha. Uma escadinha retrátil ajuda os passageiros da fileira de cima a subir.

O espaço para cabeça acaba sendo bem menor, é claro. Mas a gente acha que isso é bem melhor do que os assentos que existem hoje em dia... Assista ao vídeo:

Assim, mesmo que cada passageiro tenha mais espaço, as companhias continuam podendo espremer muita gente em um mesmo voo, mantendo as passagens baratas. O melhor dos dois mundos, não é mesmo?

Projeto pode se tornar real em breve

De acordo com uma reportagem da CNN, o CEO da Zephyr Aerospace teve a ideia desses assentos quando viajava de ônibus pela Argentina e dormiu em camas dispostas em "dois andares". Ele observou como isso era muito mais confortável que a maioria dos voos que ele já havia feito e buscou maneiras de levar isso para as aeronaves.

O projeto do "Zephyr Seat" foi apresentado em 2020 e já chamou atenção de muita gente, rendendo matérias na TV americana, inclusive. Atualmente, qualquer pessoa que acredite no potencial da ideia pode investir valores a partir de US$ 100 na empresa, por uma plataforma online

Na apresentação, os representantes da Zephyr afirmam que já estão conversando com companhias aéreas para tirar o projeto do papel. Além do maior conforto, outras vantagens desse assento seriam seu menor peso — que significa economia de combustível! — e a possibilidade de manter o distanciamento social durante a viagem, algo importante para o futuro da aviação pós-pandemia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.