Mulher chinesa encontra pedaços de plástico misturados no arroz

Mulher chinesa encontra pedaços de plástico misturados no arroz

Último Vídeo

A emissora chinesa Aboluowang publicou recentemente o drama da sra. Liu, residente na cidade chinesa de Jiaozhou, que afirmou ter encontrado pellets de plástico misturado com grãos de arroz que havia comprado no mercado.

A notícia rapidamente viralizou nas mídias sociais e reacendeu os debates no país sobre o chamado “arroz de plástico chinês”. O esquema já havia sido denunciado por países que receberam esse arroz de baixo preço, porém grosseiramente adulterado, entre eles Cingapura, Indonésia, Vietnã e Índia. As autoridades chinesas não confirmaram as acusações.

O caso da sra. Liu

Mãe de dois filhos, a sra. Liu comprou um saco de 10 kg de arroz Wuchang da Changxing Rice Industry na cidade de Wuchang, em uma loja na comunidade de Lijiahe na cidade. Ela contou que, após abrir e preparar o arroz por umas duas vezes, começou a sentir um cheiro terrível de plástico, que atribuiu a algum problema com seu fogão.

Alguns dias antes da reportagem, a dona de casa estava lavando o arroz para o jantar, quando percebeu uma pilha de objetos granulares de plástico boiando na superfície da água. Uma hóspede que estava casa suspeitou que eram grãos de plástico e fizeram um teste: queimaram os objetos e, diferentemente do arroz, as partículas queimaram numa bola derretida.

As reações à denúncia

Fonte: yj_jan/Giphy/Reprodução
O arroz suspeito. (Fonte: yj_jan/Giphy/Reprodução)

Quando percebeu a adulteração, a sra. Liu levou o arroz restante de volta para a loja e exigiu uma explicação. O proprietário apenas deu de ombros e disse que comprava aquela marca de arroz há anos de um sr. Tan, sem registro de nenhuma reclamação.

Após insistência da mulher, o comerciante concordou em abrir outras embalagens iguais às que Liu havia levado, mas nada suspeito foi encontrado. O repórter da emissora de TV tentou denunciar o fato ao chefe de fiscalização responsável, mas não conseguiu nem saber o nome do homem. 

Assim que o incidente viralizou nas mídias sociais, o chefe de fiscalização do mercado de Jiaozhou imediatamente apareceu e anunciou uma investigação sobre o assunto.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.