Técnica de kung-fu 'virilha de ferro' é um pesadelo para homens

O mestre de kung-fu Wang Liutai, de 65 anos, é um dos últimos líderes chineses que ainda praticam a técnica milenar conhecida como “virilha de ferro”. Popularmente conhecida como “porrada no saco”, a habilidade reforça a ideia de aprimorar a resistência nas partes mais sensíveis masculinas através de um método exagerado onde um enorme toco de madeira atinge a região íntima.

Habitante da vila Juntun, um pequeno povoado nos arredores de Luoyang, China, Wang Liutai vem desenvolvendo há quase 50 anos uma resistência ímpar ao praticar e aprimorar constante e rigorosamente as técnicas da “virilha de ferro”. Para quem imaginava que a paródia do Mestre Betty no filme Kung Pow: O Mestre da Kung-Fu-São era apenas uma piada, eis que surge uma pequena academia para provar que a lenda existe.

(Fonte: Xinhua / Reprodução)
(Fonte: Xinhua / Reprodução)

A versão melhorada da técnica consiste em um processo aparentemente muito simples: o praticante flexiona os joelhos com as pernas abertas, cerra os punhos, prende a respiração e, por fim, espera o momento fatal do encontro entre o objeto e as partes baixas. Porém, o objeto não é apenas uma vara de madeira, mas praticamente um tronco com seus 2 metros de comprimento, 40 quilos e uma extremidade relativamente aguda.

Considerada rara e com apenas cinco praticantes espalhados pela China, a “virilha de ferro” exige um comprometimento espiritual do aluno, além de um conhecimento avançado nas técnicas de respiração de qigong. Segundo o mestre, a ação não machuca nem traz impactos negativos para a fertilidade se for feita da forma adequada, porém é muito difícil acreditar nisso ao ver as imagens.

Briga entre médicos e artistas marciais

Em entrevista para o The Paper, Zhang Jianguo, professor de urologia do hospital da Universidade de Ciência e Tecnologia de Heke, afirmou que a prática da “virilha de ferro” é extremamente prejudicial para o organismo, e apesar de não apresentar efeitos imediatos, as consequências a longo prazo virão de um jeito ou de outro, podendo resultar em traumas violentos responsáveis por causar danos aos órgãos reprodutivos e infertilidade.

Mesmo com as críticas, Wang Liutai segue firme com seus ideais, e continua testando a resistência de sua virilha por meio de uma técnica que pouco agrega ao lutador de arte marcial.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.